Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Alemanha autoriza entrada de trabalhadores sazonais estrangeiros

A Alemanha vai deixar entrar no país dezenas de milhares de trabalhadores sazonais estrangeiros para garantir a colheita agrícola, revertendo uma proibição inicial por causa da pandemia de covid-19, anunciou hoje o Governo.

Alemanha autoriza entrada de trabalhadores sazonais estrangeiros
Notícias ao Minuto

17:35 - 02/04/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Em abril e maio, 40.000 estrangeiros vão poder trabalhar nas explorações agrícolas alemãs que precisam de mão de obra, anunciou a ministra da Agricultura, Julia Klöckner, num comunicado de imprensa com o homólogo do Interior, Horst Seehofer.

No entanto, à chegada, os trabalhadores estrangeiros serão submetidos a um exame médico e a 14 dias de quarentena, segundo anunciaram os dois ministros.

Durante a colheita, a distância de segurança deve ser respeitada e, caso isso não seja possível, é obrigatório o uso de luvas e máscara.

Para Horst Seehofer, o Governo encontrou uma "maneira de conciliar a proteção das populações e o bom desenvolvimento das colheitas".

Este anúncio ocorre uma semana depois da decisão de Berlim de proibir que os trabalhadores sazonais entrassem no país como sendo uma das medidas de combate à propagação do novo coronavírus.

Todos os anos a Alemanha recebe cerca de 300.000 trabalhadores sazonais estrangeiros para ajudar na agricultura, a maioria proveniente da Polónia e Roménia, segundo dados do principal sindicato agrícola do país, o DBV.

Essa força de trabalho é essencial para o setor no início da primavera, com muitas colheitas de vegetais e frutas, entre abril e junho, principalmente morangos e espargos.

Porém, as restrições nas fronteiras europeias impedem a chegada desses trabalhadores, colocando em risco as explorações.

Para compensar esse défice, Julia Klöckner propôs a ideia de facilitar o emprego a empregados da restauração, desempregados e também aos migrantes, de forma a ajudar os agricultores.

A Alemanha registou até hoje 997 óbitos provocados pelo novo coronavírus, num total de 81.728 casos infetados e 19.175 recuperações.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 940 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 47 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 180.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório