Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Covid-19: Países Baixos ultrapassam os 10 mil casos do novo coronavírus

Os Países Baixos ultrapassaram a marca de 10.000 casos do novo coronavírus e mais de 770 mortos pela covid-19, informaram hoje as autoridades sanitárias do país.

Covid-19: Países Baixos ultrapassam os 10 mil casos do novo coronavírus

No país, que tem uma população de 17 milhões, 771 pessoas já morreram da doença de Covid-19 e 10.866 testaram positivo para o novo coronavírus, de acordo com o Instituto Holandês de Saúde Pública e Meio Ambiente (RIVM).

O Governo holandês adotou medidas, mas por enquanto recusa-se a colocar a população em confinamento.

O executivo dos Países Baixos deve anunciar na terça-feira se manterá essa estratégia.

"Conforme relatado nos últimos dias, o número de pacientes internados no hospital e o número de mortes estão a aumentar mais devagar do que se esperaria sem as medidas", tal como o confinamento total, disse o RIVM na sua página na internet.

"Em alguns dias, será possível concluir se houve um achatamento real do número de pacientes hospitalizados e do número de mortes entre os pacientes relatados", acrescentou.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, alertou que o confinamento total da população seria o próximo passo na luta contra a propagação do vírus se as medidas atualmente em vigor não forem suficientes.

No país, escolas, bares, restaurantes e cafetarias foram encerrados desde 16 de março, e os exames finais do 12.º ano foram cancelados.

Todas as reuniões e eventos públicos que requerem permissão das autoridades estão proibidos até 01 de junho e as lojas e os transporte público tiveram que tomar medidas para que os utentes respeitem o espaço de um metro e meio estabelecido, sob pena de sanções.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 667 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 31.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 134.700 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 363 mil infetados e mais de 22 mil mortos, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 10.023 mortos em 92.472 casos registados até sábado.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 6.528, entre 78.797 casos de infeção confirmados até hoje, enquanto os Estados Unidos são o que tem maior número de infetados (mais de 124 mil).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório