Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Avô declara-se culpado pela morte de neta que caiu de cruzeiro

Menina de 18 meses morreu depois de cair dos braços do avô, do 11.º andar do cruzeiro.

Avô declara-se culpado pela morte de neta que caiu de cruzeiro

Salvatore Anello, o avô norte-americano que estava acusado desde outubro pela morte negligente da sua neta de 18 meses, a bordo de um cruzeiro, declarou-se culpado do crime.

Chloe Wiegand caiu do 11.º andar do cruzeiro Freedoms of the Sea, da Royal Caribbean, em Porto Rico, enquanto estava a brincar com o avô. Este disse que achava que a janela pela qual a neta caiu estava protegida.

"Entrei em acordo judicial para tentar terminar esta parte do pesadelo para a minha família, se for possível", disse Salvatore Anello, citado pela BBC.

O comunicado emitido pelo advogado da família refere que o homem não irá cumprir pena de prisão em Porto Rico, onde ocorreu o acidente, e será autorizado a cumprir a pena em liberdade condicional no estado norte-americano do Indiana, onde reside.

A menina, que viajava na companhia dos pais, avós e do irmão, morreu no início de julho de 2019, quando a família passava férias em Porto Rico numa viagem de cruzeiro. A criança caiu no porto de San Juan e não resistiu aos ferimentos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório