Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

"Quero esfaquear-me". Menino vítima de bullying pede para morrer

Menino de nove anos foi vítima de bullying na escola, segundo a mãe.

"Quero esfaquear-me". Menino vítima de bullying pede para morrer

Uma mãe decidiu partilhar nas redes sociais o efeito que o bullying tem no seu filho. Nas imagens, o menino de nove anos chora compulsivamente e pede que o matem.

A criança nasceu com acondroplasia, uma forma de nanismo em que, devido a uma alteração genética, o indivíduo tem um crescimento anormal. De acordo com a mãe, Yarraka Bayles, o filho é constantemente intimidado na escola.

No vídeo que, pode ver abaixo, Quaden chora, sentado no carro, após um incidente de bullying. Por entre soluços, o menino diz: "Quero esfaquear-me".

Na publicação partilhada na rede social Facebook, é ainda possível ouvir Yarraka narrar o que aconteceu: "Acabei de ir buscar o meu filho à escola e testemunhei um episódio de bullying. Liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam - pais, educadores e professores - este é o efeito que o bullying tem".

Yarraka Bayles, que vive na cidade de Brisbane, na Austrália, revelou também que na base do incidente está o facto de um colega da escola ter batido na cabeça de Quaden enquanto gozava com a sua altura.

A situação, porém, já não é nova. De acordo com a mãe, o filho já tentou o suicídio várias vezes. "Tenho um filho que é suicida. Tenho de estar constantemente de olho nele por causa das tentativas de suicídio".

Habitualmente, a família opta por não partilhar estes momentos em que o menino se sente fragilizado, mas neste dia Yarraka achou que deveria mostrar ao mundo o efeito do bullying.

O caso está a comover a comunidade

As imagens de Quaden estão a mobilizar várias comunidades. A Liga Nacional de Rugby da Austrália anunciou recentemente, na rede social Twitter, que o pequeno foi convidado pela equipa Indigenous All Stars para acompanhar os jogadores no início de um jogo do NRL All Stars. A equipa aproveitou ainda para partilhar um vídeo onde manifesta apoio ao menino.

A entrada no jogo aconteceu no sábado, 22 de fevereiro.

Paralelamente, o humorista Brad Williams criou uma conta na plataforma GoFundMe para Quaden e sua família. O objetivo é angariar dinheiro para levá-los à Disney nos EUA.

Também celebridades como o ator Hugh Jackman e o jogador de basquetebol Enes Kanter quiseram deixar uma mensagem ao pequeno. 

Nas redes sociais começam a proliferar mensagens acompanhadas da hashtag #WeStandWithQuaden

[Notícia atualizada no dia 22 de fevereiro às 15h10]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório