Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Homicídio de menina no México lança onda de indignação e protestos

Em média, morrem 10 mulheres por dia no México.

Homicídio de menina no México lança onda de indignação e protestos

Fatima Cecilia Aldrighett, uma menina de sete anos, foi encontrada morta, na cidade do México, dentro de um saco, no passado dia 11 de fevereiro, após ter sido raptada junto à escola que frequentava por um homem cuja identidade ainda não foi descoberta. 

Os residentes do bairro onde a criança vivia saíram agora à rua em protesto, exigindo justiça pela morte daquela menor e considerando o aumento exponencial de casos de mulheres assassinadas no país. 

"Tem de ser feita justiça pela minha filha e por todas as mulheres", afirmou a mãe da vítima em declarações aos meios de comunicação locais, segundo cita a Sky News. 

O homicídio de Fatima ocorre no mesmo mês em que Ingrid Escamilla, uma jovem de 25 anos, foi também encontrada morta na mesma cidade. Ingrid foi esfaqueada até à morte alegadamente pelo seu namorado.  

Os protestos nas ruas da cidade do México começaram na passada sexta-feira. Alguns manifestantes pintaram, a vermelho, com tinta de spray a frase "Estado femicídia" nas portas do Palácio Nacional.  

Em média, 10 mulheres morrem por dia no México e, em 2019, as vítimas de femicídio aumentaram 10%, ultrapassando as mil mulheres.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório