Meteorologia

  • 25 JANEIRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

Panamá descobre corpos em vala e detém seita suspeita de exorcismo

As autoridades do Panamá encontraram na quarta-feira sete corpos numa vala, no oeste do país, e detiveram pastores de uma seita suspeita de sequestrar um grupo de indígenas, que terá submetido a alegados exorcismos.

Panamá descobre corpos em vala e detém seita suspeita de exorcismo
Notícias ao Minuto

06:42 - 16/01/20 por Lusa

Mundo Panamá

O diretor-geral interino da Polícia Nacional, Alexis Munoz, deu conta da existência da vala na região de Ngabe Buglé, zona montanhosa no oeste do país, e disse que o Ministério Público está a investigar o caso.

Segundo informações da cadeia de televisão TVN, que transmitiu imagens de elementos do Ministério Público e polícias na selva, as vítimas são uma mulher de 33 anos, identificada como Bellin Flores, e seis menores: um de 17 anos, outro de 10, dois de 09, um de 03 e um bebé de 01 ano.

Todos foram identificados pelos familiares, segundo informações dos 'media', que deram conta que os corpos se encontravam em estado de decomposição e que a vala está localizada numa área remota, de difícil acesso e no meio da selva.

As autoridades foram guiadas ao local por habitantes da vila de Alto Terrón, que denunciaram que os supostos autores seriam pastores da seita "A Nova Luz de Deus".

Na quarta-feira, o Ministério da Segurança Pública informou que dez supostos pastores daquela seita foram detidos por forças especiais da Polícia Nacional e que 15 pessoas foram resgatadas, incluindo pelo menos sete crianças, que permaneceram "privadas de liberdade" em Alto Terrón.

Os resgatados foram levados para centros de saúde para serem tratados pelos golpes e ferimentos que apresentavam.

Os órgãos de comunicação social locais noticiaram que as pessoas resgatadas foram encontradas amarradas e que os supostos pastores são indígenas da mesma região de Ngabe Buglé, embora se desconheça quando ou onde surgiu a seita "A Nova Luz de Deus".

Os 'media' avançaram que um homem denunciou que a mulher e os quatro filhos teriam sido sequestrados por pessoas que se identificaram como pastores da seita, e que um menor que estava entre os supostos sequestrados escapou e mostrou aos vizinhos os ferimentos nas costas causados durante um alegado ritual exorcista.

Os pastores também serão responsáveis de terem provocado queimaduras a três pessoas no fim de semana, na mesma região durante um suposto exorcismo.

Um líder local, Evangelisto Santos, disse à imprensa que várias testemunhas contaram que os supostos pastores começaram a pregar na semana passada e que no domingo realizaram um ritual sobre uma família "para a livrar de Satanás, para que pudesse ir para o céu", o que resultou em queimaduras e golpes em três pessoas.

O comandante da Polícia Nacional, Luis Vega, disse aos jornalistas na quarta-feira que as forças de investigação e segurança permanecem na região para prosseguirem as investigações.

"A Polícia Nacional tem o controlo da situação", disse o mesmo responsável, que esclareceu existirem "muitas versões" do incidente, uma das quais dá conta de mais de 30 pessoas detidas pelos supostos pastores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório