Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Trump apela ao fim da "carnificina" em Idlib, na Síria

O Presidente norte-americano, Donald Trump, apelou hoje à Rússia, Síria e Irão para que ponham termo à "carnificina" de civis na província de Idlib, noroeste da Síria, onde forças daqueles países intensificaram bombardeamentos desde meados de dezembro.

Trump apela ao fim da "carnificina" em Idlib, na Síria
Notícias ao Minuto

15:09 - 26/12/19 por Lusa

Mundo Síria

"A Rússia, a Síria e o Irão matam, ou estão a preparar-se para matar, milhares de civis inocentes na província de Idlib. Não o façam", apelou o Presidente dos Estados Unidos na rede social Twitter, numa mensagem em que saudou o esforço da Turquia que disse estar a "trabalhar para pôr termo à carnificina".

Desde 16 dezembro, as forças do Presidente sírio, Bashar al-Assad, apoiadas pela aviação russa, intensificaram os bombardeamentos nesta região e violentos combates terrestres opõem 'jihadistas' e rebeldes, apesar do cessar-fogo alcançado em agosto.

Cerca de 80 civis foram mortos nesta nova escalada do conflito.

Na terça-feira, Ancara anunciou estar a negociar com Moscovo um novo cessar-fogo em Idlib, ao mesmo tempo que apelava para o fim dos combates.

A França também reclamou o "fim da escalada do conflito", acusando Damasco e os seus aliados russos e iranianos de "agravarem a crise humanitária".

A região de Idlib é controlada pelos 'jihadistas' do grupo Hayat Tahrir al-Cham (HTS) e outros movimentos rebeldes.

O regime de Damasco, que controla cerca de 70% do território sírio, está determinado em reconquistar Idlib.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório