Meteorologia

  • 07 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Como o KFC se tornou uma tradição de Natal no Japão

"Um barril de festa" de frango frito para a ceia da Consoada.

Como o KFC se tornou uma tradição de Natal no Japão

Desde que era criança que Naomi, da ilha japonesa de Hokkaido, ansiava pela Consoada. “Um barril de festa” do Kentucky Fried Chicken (KFC), com muito frango frito, salada e batatas. Sim...

E a família desta jovem está longe de ser a única, no Japão, a deliciar-se nesta quadra com esta fast food.

“No Japão, é tradição comer frango no Natal”, explica a japonesa em entrevista à CNN.

Todos os anos, desde meados da década de 1980, os restaurantes desta conhecida cadeia americana de fast food, no Japão, fazem 6,9 mil milhões de ienes, cerca de 57 milhões, entre os dias 20 e 25 de dezembro.

O dia mais movimento da KFC no Japão é, geralmente, o 24 de dezembro, no qual costumam vender cerca de cinco a dez vezes mais do que nos restantes.

Por isso não é de estranhar que, se não reservar dias antes a sua refeição, encontre “longas filas, que vão demorar várias horas”, tal como conta Naomi.

E como é que o frango frito se tornou uma tradição de Natal no Japão?

Para compreender, é necessário retroceder algumas décadas. Após um período de austeridade, depois da Segunda Guerra Mundial, nas décadas de 40 e 50, a economia do Japão começou a recuperar.

“Como os EUA eram uma potência cultural na época, havia um grande interesse na moda, alimentos e viagens deste país. O Japão estava a começar a abrir os olhos para a cultura ocidental”, explicou à CNN Ted Bestor, professor de Antropologia Social da Universidade de Harvard, que estuda a cultura japonesa dos anos 50.

A partir dos anos 70, já existiam no Japão vários franchising de cadeias norte-americanas como Baskin-Robbins, Mister Donut e The Original Pancake House.

Durante um período de rápida globalização, a indústria de fast food do Japão expandiu a 600% entre 1970 e 1980, segundo o ‘Coronel Comes to Japan’, um documentário de 1981, realizado por John Nathan.

Já o KFC abriu o seu primeiro espaço no Japão em Nagoya, em 1970. Em 1981, a cadeia de fast food já tinha 324 lojas, ou seja, abriu mais de 30 por ano.

Ao sucesso ajudou os sabores do frango frito da KFC que se assemelham a um prato tradicional japonês chamado karaage, que inclui pedaços de carnes fritas, como frango e peixe.

Mas voltando um pouco atrás, em 1974, a KFC lançou a primeira campanha publicitária desta quadra no Japão - ‘Kentucky for Christmas’. Como este país não tinha grande tradição natalícia, muitas famílias transformaram os baldes de frango frito numa verdadeira refeição da época.

Além disso, de acordo com alguns relatórios, Tajeshi Okawara, que acabou por se tornar o CEO da KFC no Japão, espalhou que era tradição, nos EUA, comer frango frito no Natal. Como os japoneses da época tinham uma atração por este país, as vendas aumentaram desmesuradamente.

Outras versões dizem que Tajeshi Okawara apenas viu uma oportunidade de negócio, ao se vestir de Pai Natal, durante uma festa, para distribuir frango frito.

Histórias à parte, a KFC conseguiu capturar, também com um grande investimento em publicidade, a atenção dos japoneses para este época festiva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório