Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2020
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Boris Johnson quer apresentar legislação na sexta-feira

O governo do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pretende submeter a legislação para o 'Brexit' na sexta-feira, apenas dias após a reabertura do parlamento, adiantou hoje um porta-voz.

Boris Johnson quer apresentar legislação na sexta-feira
Notícias ao Minuto

12:20 - 16/12/19 por Lusa

Mundo Brexit

"Planeamos iniciar o processo antes do Natal e vamos fazê-lo de acordo com a Constituição", disse a mesma fonte.

O calendário parlamentar é proposto pelo governo, mas terá de ser aprovado pelo presidente da Câmara dos Comuns, cuja eleição decorre na terça-feira a partir das 14:30 locais (mesma hora em Lisboa), conduzida pelo deputado com maior número de anos de serviço, Peter Bottomley, representante da área de Eltham desde 1975.

O 'speaker' Lindsay Hoyle sucedeu a John Bercow a 04 de novembro, mas terá de ser novamente confirmado, não se esperando dificuldades, apesar de pertencer ao Partido Trabalhista, visto ter recebido o apoio de muitos deputados do Partido Conservador.

Os 650 deputados eleitos nas eleições de quinta-feira passada começaram hoje a chegar ao parlamento para receberem formação sobre as rotinas de trabalho no edifício, mas só a partir de terça-feira é que se iniciam as tomadas de posse, prestando juramento à rainha Isabel II, o que se prolonga pelo resto da semana.

A abertura oficial do parlamento realiza-se esta quinta-feira, quando a monarca se deslocar ao palácio de Westminster para ler o programa legislativo do governo para os próximos meses, no qual se deve destacar a legislação para permitir ao Reino Unido sair da União Europeia (UE) a 31 de janeiro.

Dos 365 deputados conservadores eleitos, 109 vão estrear-se, e muitos são provenientes de regiões do norte e centro do país, tradicionalmente dominadas pelo Partido Trabalhista, que continua a ser o maior da oposição.

Em reconhecimento por este feito, Boris Johnson deslocou-se no fim de semana a Sedgefield, circunscrição do antigo primeiro-ministro trabalhista Tony Blair, para prometer que o governo vai "retribuir a confiança".

Hoje, adiantou o Daily Telegraph, o primeiro-ministro vai ao palácio de Westminster dar-lhes as boas vindas e prometer "construir um Reino Unido melhor para todos neste país" e "uniformizar" a criação de emprego e infraestruturas.

Entretanto, aguarda-se o anúncio pelo primeiro-ministro dos substitutos da ministra da Cultura, Nicky Morgan, que não se recandidatou a deputada, do secretário de Estado do Ambiente, Zac Goldsmith, que não foi reeleito, e do ministro para o País de Gales, Alun Cairns, que se demitiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório