Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

Eleitores de quatro patas saíram à rua no Reino Unido para votar

Foi uma eleição 'peluda', quanto mais não seja pelos amigos de quatro patas que os eleitores fizeram questão de levar consigo.

Têm sido cinco semanas intensas de campanha pelo país e esta quinta-feira foi o dia da decisão final. Os eleitores dirigiram-se às urnas durante todo o dia, mas não foram sozinhos.

No momento de votação de Boris Johnson, as atenções foram divididas entre o atual primeiro-ministro e o seu adorável cão. Dilyn acompanhou o governante e desfilou pelo local de votação como se de uma estrela se tratasse.

E o que é melhor do que um cão? Vários. Por isso mesmo na galeria acima pode ver as imagens dos vários cães que não quiseram faltar ao dia de sufrágio. Devido ao frio que se faz sentir no Reino Unido os casaquinhos e gabardines são recorrentes e amorosos. Mas também pode contar com a ocasional boina.

No entanto, como apenas cães era quase banal, também houve um cavalo a marcar presença numa das mesas de voto.

Recorde-se que esta é a primeira eleição em dezembro desde 1923 e a primeira no inverno desde 1974. As mesas de voto  funcionaram entre as 7h00 e 22h00 para o voto presencial, mas também foi possível votar por correspondência, cujos boletins já foram enviados há várias semanas.

A votos foram os 650 assentos na Câmara dos Comuns, a câmara baixa do parlamento britânico, aos quais concorriam 3.322 candidatos, dos quais 1.124 mulheres, tendo os partidos Conservador (635), Trabalhista (631), Liberal Democrata (611), Verde (498) e Partido do Brexit (275) concorrido no maior número de circunscrições a nível nacional.

Veja acima as imagens.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório