Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

ONU alerta para "crise humanitária dramática" em Burkina Faso

O Programa Alimentar Mundial (PMA) das Nações Unidas alertou hoje que a crescente violência em Burkina Faso e o impacto da crise climática colocaram o país no epicentro de uma "crise humanitária dramática".

ONU alerta para "crise humanitária dramática" em Burkina Faso

"Uma crise humana dramática está a desenvolver-se no Burkina Faso, afetando a vida de milhões de pessoas", explicou hoje o diretor-executivo do PMA, David Beasley.

O país tem vivido uma crescente onda de violência, com o número de ataques na metade deste ano superior à totalidade do ano de 2018.

"Cerca de meio milhão de pessoas viram-se obrigadas a abandonar os seus lares e um terço do país é, agora, uma zona de conflito", afirmou Beasley.

Os níveis de subnutrição bateram recordes, segundo o PMA, tendo o diretor acrescentado que "se o mundo leva a sério a tarefa de salvar vidas, agora é o momento de atuar".

O Burkina Faso, localizado na África Ocidental, tem sido alvo de ataques 'jihadistas' recorrentes desde abril de 2015, que têm aumentado significativamente devido aos conflitos com fações vinculadas à al-Qaida e ao grupo extremista Estado Islâmico no país vizinho, o Mali.

As regiões mais instáveis são a norte do Sahel, onde o Burkina Faso compartilha fronteiras com o Mali e o Níger, a região do centro-norte e a leste do país, território onde a situação começou a degradar-se no verão de 2018, bem como a capital do país, Uagadugu, que sofre ataques desde 2016.

Um número significativo de escolas foram fechadas e muitos agricultores abandonaram os campos de cultivo, profissão de quatro em cada cinco pessoas.

Quase meio milhão de pessoas foram forçadas a deixar os seus lares, o que significa que o Burkina Faso conta com o número mais alto de deslocados internos dos países centrais do Sahel.

O número de deslocados no país é cinco vezes superior aos 100 mil do início do ano.

Para além dos níveis de violência que têm crescido nos países, a situação no Sahel é crítica, também, devido aos danos causados pela crise climática que forçou as comunidades a adaptarem-se "a um clima imprevisível", segundo o PMA.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório