Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

ONU: Após morte de Al-Baghdadi, recordem-se vítimas do terrorismo

A ONU defendeu hoje que as vítimas do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) devem ser recordadas, após a morte do seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, anunciada no domingo pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

ONU: Após morte de Al-Baghdadi, recordem-se vítimas do terrorismo
Notícias ao Minuto

19:31 - 28/10/19 por Lusa

Mundo Al-Baghdadi

"O Daesh (acrónimo em árabe para o EI) cometeu crimes horríveis, atrocidades e provocou a morte de milhares de homens, mulheres e crianças e devemos usar este momento para recordar as vítimas do terrorismo e as famílias das vítimas em todo o mundo", disse o porta-voz da ONU Farhan Haq.

Segundo Haq, as Nações Unidas "tomaram nota" do anúncio de Donald Trump sobre a morte de Al-Baghdadi, mas não podem confirmá-la diretamente.

O presidente dos Estados Unidos anunciou no domingo a morte do líder do grupo extremista Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, numa operação militar norte-americana no noroeste da Síria.

"Abu Bakr al-Baghdadi está morto", disse Trump numa comunicação ao país a partir da Casa Branca.

Hoje, em declarações aos jornalistas, o Presidente dos EUA disse que está a pensar divulgar imagens de vídeo que mostram os minutos finais do líder do EI e o sucesso da operação militar que o Presidente acompanhou em direto a partir da Casa Branca.

"Ele não morreu como um herói. Morreu como um cobarde", disse Donald Trump, relatando o momento em que al-Baghdadi se refugiou num túnel sem saída "gemendo, chorando e gritando", na versão do Presidente norte-americano.

Abu Bakr al-Baghdadi era um dos homens mais procurados do planeta e tinha a cabeça a prémio por 25 milhões de dólares (22,5 milhões de euros).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório