Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Sabia que ia ser despedido, levou palhaço para reunião com os chefes

"Achei que o melhor era levar um profissional", disse funcionário. Incidente aconteceu na Nova Zelândia.

Um funcionário de uma empresa de publicidade neozelandesa decidiu levar um palhaço para a reunião em que viria a ser despedido, noticiou na sexta-feira o New Zealand Herald.

Josh Thompson percebeu imediatamente do que se tratava quando recebeu o email dos chefes a pedir uma reunião para "discutir o seu lugar na empresa".

O facto de o departamento de recursos humanos da FCB New Zealand lhe ter pedido para levar consigo uma "pessoa de apoio" - algo que é exigido por lei na Nova Zelândia, quando se trata de reuniões disciplinares ou de despedimento - era um forte indicador.

Quando a empresa perdeu um importante cliente, foi forçada a fazer cortes. Josh, que estava na companhia há cinco meses, foi dos primeiros a receber o email com as "más notícias".

"Achei que o melhor era levar um profissional, portanto paguei 200 dólares e contratei um palhaço", indicou o homem. 'Joe', o nome do palhaço, esteve presente em toda a duração da reunião, fazendo balões em forma de animais. As tropelias de 'Joe' faziam algum barulho, tendo os patrões de Josh pedido silêncio algumas vezes.

A insólita presença foi notada também pelos colegas, que tiraram uma fotografia aos dois, sentados à espera de entrar na sala de reuniões e depois lá dentro, conforme pode ver na galeria acima.

"Acabei mesmo por ser despedido, mas fora isso correu tudo bem", afirmou Josh, que entretanto já arranjou emprego numa empresa concorrente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório