Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Lula da Silva: "EUA mandam mais em Moro do que a mulher dele"

O antigo Presidente do Brasil acusa a Polícia Federal de “inventar um hacker” para justificar a divulgação de mensagens do atual ministro da Justiça e Segurança Pública.

Lula da Silva: "EUA mandam mais em Moro do que a mulher dele"

O antigo presidente do Brasil Lula da Silva atacou o atual, Jair Bolsonaro, o ministro da Justiça, Sergio Moro e a Polícia Federal, numa entrevista dada à TVE/Bahia, a partir da prisão, em Curitiba.

No teaser da entrevista, que vai ser transmitida na noite desta sexta-feira, no Brasil, Lula afirma que teve “muita oportunidade” de deixar o Brasil e evitar ser preso.

“Estou aqui porque quero. Não quis sair [do Brasil] porque a forma de eu ajudar a colocar bandido na cadeia é ficar aqui. Quanto tempo, eu não sei. Mas é daqui de dentro que quero provar que eles são bandidos e eu não”, disse.

Mas o antigo presidente do Brasil faz declarações ainda mais incendiárias. Questiona o facto do tablet do seu neto ter sido apreendido, enquanto o telefone do ex-deputado Eduardo Cunha não ter sido nem verificado pelas autoridades, segundo divulgou o site Buzzfeed News Brasil.

“O que tinha no telefone do Eduardo Cunha que o Moro não queria que ninguém soubesse? Moro tem que explicar e não tem mais toga. Se ele se escondeu atrás da toga, ele não pode fazê-lo mais. Virou cidadão comum e precisa de explicar para a sociedade brasileira”.

Sobre a Operação Lava Jato, Lula acusou os EUA de interferência. “Hoje vejo claramente que tudo o que está a acontecer aqui no Brasil da Lava Jato tem dedo dos americanos. O departamento de Justiça americano manda mais no Moro do que a mulher dele”.

Ainda durante o mesmo teaser, Lula aponta o dedo à Polícia Federal garantindo que esta “inventou um hacker” em Ribeirão para justificar a divulgação de mensagens de Sergio Moro e diz que esta força de segurança brasileira “não tem coragem de prender o Queiroz”. “Ou o Queiroz está morto, ou evaporou”, diz, referindo-se a Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório