Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Responsável da segurança da China alerta para forças hostis

Um alto quadro da segurança da China pediu hoje às autoridades e líderes do Partido Comunista Chinês (PCC) que permaneçam "vigilantes" contra o alegado aumento dos riscos de interferência de forças externas "hostis" no país.

Responsável da segurança da China alerta para forças hostis
Notícias ao Minuto

09:28 - 21/06/19 por Lusa

Mundo PCC

Esta "interferência" compõe um dos "maiores desafios" para a segurança interna da China, disse num artigo de opinião Chen Yixin, secretário-geral da Comissão Central para Assuntos Políticos e Jurídicos do PCC - órgão encarregue de supervisionar o sistema judicial.

"À medida que o nosso país se aproxima do centro do poder mundial, os riscos (oriundos do exterior) estão a aumentar, tornando-se na maior incerteza para a segurança nacional e a estabilidade na China", escreveu.

Chen insistiu que estes riscos estão "conectados" ao exterior por grupos que "planeiam conjuntamente abalar a sociedade" na China.

O artigo é publicado dias após a chefe do executivo de Hong Kong, Carrie Lam, ter recuado e suspendido a aprovação do projeto de lei de extradição que facilitaria a entrega de suspeitos da ex-colônia britânica para outras jurisdições, incluindo a China continental.

Em apenas uma semana, o controverso projeto de lei levou a três grandes manifestações em Hong Kong, que Pequim considera terem sido alimentadas por "forças estrangeiras".

Chen considerou que o país precisa fortalecer o seu aparelho de propaganda 'online' e os regulamentos, para se proteger contra "riscos ideológicos" oriundos do exterior.

"Devemos eliminar decisivamente rumores políticos e informações prejudiciais na Internet, e inovar e melhorar o nosso trabalho, para guiar a opinião pública", sublinhou.

Chen pediu ainda uma luta prolongada contra o desafio de uma "revolução colorida" na China, uma ameaça que deve ser "cortada pelas raízes".

"Inimigos de todos os tipos estão a convergir: forças hostis que conspiram com separatistas, com pessoas de fora, e a velha guarda associada às novas gerações", descreveu.

No cargo desde janeiro de 2018, Chen é considerado uma das "estrelas em ascensão" do PCC, tendo trabalhado com o Presidente chinês, Xi Jinping, na província de Zhejiang, costa leste do país, na primeira década de 2000.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório