Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 20º

Edição

PSD preocupado com níveis "ridiculamente baixos" de votos dos emigrantes

O deputado social-democrata José Cesário manifestou hoje preocupação com os níveis de participação dos emigrantes nas eleições europeias, que considerou "ridiculamente baixos", mas assinalou "com satisfação" o aumento de número de votantes.

PSD preocupado com níveis "ridiculamente baixos" de votos dos emigrantes

O número de eleitores residentes no estrangeiro subiu de menos de 300 mil para 1.431.825 em resultado de alterações introduzidas no processo de recenseamento dos emigrantes, que passou a ser automático.

"É inquestionável que votou bastante mais gente, mais do dobro de pessoas que tinham votado nas últimas europeias, o que pode prognosticar que nas legislativas possamos vir a ter também um aumento dos votantes", disse José Cesário.

Por outro lado, o deputado do PSD eleito pelo círculo da Europa considerou "preocupante" que os níveis de participação continuem muito baixos, com a abstenção a situar-se nos 97%.

"A abstenção é maior em termos relativos [do que em 2014]. Este resultado é preocupante porque traduz níveis de participação muito baixos, ridiculamente baixos", adiantou.

Desinteresse pelas eleições para o Parlamento Europeu, falta de informação e locais de voto insuficientes foram para o ex-secretário de Estado das Comunidades alguns dos fatores que concorreram para a dimensão da abstenção.

"Teria feito sentido o que o Governo tinha prometido que era criar mais uma centena de mesas de voto. Isso não se verificou e houve até queixas significativas em algumas comunidades, particularmente na França e na Alemanha, de que, em alguns casos, até houve redução", disse.

Para José Cesário, "há que fazer muito mais para que haja mais gente a votar", sublinhando a responsabilidade de Governo, comunicação social e partidos políticos na mobilização dos eleitores.

"Admito que tenha havido muita gente que nem se quer se tenha apercebido que havia eleições para o Parlamento Europeu. É um órgão que diz pouco às pessoas em geral, particularmente a quem está lá fora, e fora da Europa ainda menos", apontou.

Sobre os resultados alcançados pelo PSD nos círculos da emigração - Europa e Fora da Europa - Cesário, sublinhou os "sinais positivos", traduzidos numa vitória do partido na votação global dos emigrantes,

"O PSD voltou a ganhar as eleições globalmente na emigração e de uma forma muito expressiva fora da Europa, sobretudo nas Américas e em África.

Quando faltam apurar três consulados, o PSD venceu as eleições para o Parlamento Europeu nos círculos da emigração com 28,86% dos votos, contra 25,08% do PS.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório