Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 24º

Edição

Irão ameaça retaliar se Guarda Revolucionária for considerada terrorista

A Guarda Revolucionária e o Parlamento iranianos avisaram hoje os Estados Unidos de que adotarão represálias se Washington incluir na sua lista de grupos terroristas aquela força militar de elite iraniana.

Irão ameaça retaliar se Guarda Revolucionária for considerada terrorista

"Se os norte-americanos fizerem uma jogada tão estúpida e puserem em perigo a nossa segurança nacional, aplicaremos medidas recíprocas", sublinhou o comandante dos Guardiães da Revolução do Irão, Mohamad Ali Yafari.

O general garantiu que, se os Estados Unidos declararem os Guardiães da Revolução como grupo terrorista, o Exército e as forças de segurança norte-americanas "não experimentarão paz no Médio Oriente", segundo a televisão estatal iraniana.

Por seu lado, o Parlamento iraniano anunciou horas antes que elaborou um projeto de lei para colocar o Exército norte-americano na lista de grupos terroristas, como "medida de reciprocidade", caso Washington tome essa medida contra os Guardiães.

O projeto de lei colocará "os militares dos Estados Unidos ao lado do grupo 'jihadista' Estado Islâmico na lista de grupos terroristas" do Irão, disse o presidente da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, Heshmatolah Falahatpisheh.

O deputado defendeu também os Guardiães salientando que tiveram "um grande papel na luta contra o terrorismo", ao terem enviado conselheiros militares para a Síria e o Iraque.

"Os Estados Unidos, ao incluírem o nome da Força dos Guardiães da Revolução na lista dos grupos terroristas, praticamente está a ajudar os terroristas", sustentou Falahatpisheh.

Há dois dias, o diário The Wall Street Journal noticiou, citando responsáveis norte-americanos, que a Administração Trump tenciona classificar a Guarda Revolucionária iraniana como grupo terrorista.

Nos últimos anos, Washington impôs sanções a dezenas de entidades e indivíduos ligados aos Guardiães, mas será a primeira vez que designa como 'grupo terrorista' os militares de outro país.

A Guarda Revolucionária, criada após o triunfo da Revolução Islâmica de 1979 para proteger o novo sistema teocrático, é a organização militar mais poderosa do Irão e controla vastos sectores económicos do país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório