Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Milhares de iraquianos pedem vingança pelo ataque que matou 27 soldados

Dezenas de milhares de iranianos pediram hoje, no centro de Teerão, vingança pela morte de 27 soldados num ataque que o Irão está a atribuir a um grupo apoiado pelas forças de segurança do Paquistão.

Milhares de iraquianos pedem vingança pelo ataque que matou 27 soldados
Notícias ao Minuto

16:21 - 16/02/19 por Lusa

Mundo Teerão

"Instamos o presidente e o Conselho Supremo de Segurança Nacional a confiarem-nos a responsabilidade pelas ações de vingança", disse o chefe da Guarda Revolucionária iraniana, Mohammad Ali Jafari, perante dezenas de milhares de pessoas que se reuniram na praça Bozorgmehr Isfahan, no centro de Teerão, para o funeral das vítimas do ataque.

"As forças armadas não terão a paciência que eles têm sido capazes de mostrar no passado, e vão agir imediatamente para combater estes atos", disse Jafari, sendo diversas vezes interrompido pelos manifestantes, que gritavam palavras de ordem como "Deus é grande", "Abaixo a América" e "Vingança", segundo a reportagem da agência de notícias AFP, no local.

Em comunicado, o exército de elite do regime do Irão indicou na quinta-feira que 27 membros dos Guardiães da Revolução do Irão foram mortos num atentado suicida contra o autocarro que os transportava de uma missão de patrulha na fronteira.

O atentado ocorreu na estrada entre as localidades de Khash e Zahedan, na província de Sistão-Baluchistão, no sudeste do país.

Segundo vários meios de comunicação social iranianos, o grupo extremista Yeish al-Adl reivindicou o atentado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório