Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Há "garantias suficientes" para saída de Assange de embaixada do Equador

Julian Assange está refugiado na embaixada do Equador desde 2012.

Há "garantias suficientes" para saída de Assange de embaixada do Equador

O presidente do Equador afirmou que o Reino Unido deu "garantias suficientes" para que Julian Assange possa abandonar a embaixada daquele país em Londres, onde o fundador da WikiLeaks está asilado desde 2012.

Lenin Moreno indicou esta quinta-feira, em entrevista a uma rádio, citada pela AP, que o seu governo recebeu garantias por escrito por parte do Reino Unido de que o ativista não seria extraditado para países onde possa enfrentar a pena de morte.

O governante sublinhou que não iria forçar a saída de Assange, mas indicou que a equipa legal está a trabalhar nos próximos passos.

Sublinhe-se que a relação entre a embaixada do Equador e Julian Assange tem sido marcada por alguma tensão.

O australiano, sublinhe-se, é um dos fundadores do WikiLeaks, página onde foram divulados uma série de documentos classificados de diversos países, nomeadamente dos Estados Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório