Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
23º
MIN 22º MÁX 24º

Edição

Ameaça de Trump: EUA podem deixar de negociar com Reino Unido

Donald Trump 'deixou escapar', em declarações aos jornalistas, que os Estados Unidos poderão deixar de realizar acordos comerciais com o Reino Unido se este deixar a União Europeia.

Ameaça de Trump: EUA podem deixar de negociar com Reino Unido
Notícias ao Minuto

22:29 - 26/11/18 por Filipa Matias Pereira 

Mundo Brexit

O presidente norte-americano pronunciou-se sobre a saída do Reino Unido da União Europeia esta segunda-feira. Isto depois de, recorde-se, ter sido aprovado o 'divórcio' este domingo numa cimeira extraordinária que teve lugar em Bruxelas.

De acordo com a Sky News, Donald Trump sugeriu que os EUA podem ficar impossibilitados de negociar com o Reino Unido caso este deixe a União Europeia na sequência do Brexit. 

Em declarações à imprensa internacional em Washington, o presidente abordou o tema poucas horas depois de Theresa May ter estado na Câmara dos Comuns onde deu conta da aprovação formal no domingo em Bruxelas do Acordo de Saída do Reino Unido da UE. 

"Acho que temos de olhar seriamente para o facto de o Reino Unido sair da União Europeia porque analisado o acordo eles podem não ser capazes de negociar connosco", disse. 

Donald Trump acrescentou ainda que "isso não seria um boa notícia" e "não acho que eles [Reino Unido] queiram isso. Não acredito que a primeira-ministra [Theresa May] tivesse essa intenção e espero que ela seja capaz de fazer alguma coisa em relação ao tema. Mas agora que o acordo está formalizado, o Reino Unido pode não conseguir negociar com os EUA. Seria um impacto negativo para o Brexit". 

Em reação aos comentários de Trump, uma porta-voz da primeira-ministra disse que, de acordo com o acordo do Brexit existente, o Reino Unido poderá assinar acordos comerciais. Aliás, a mesma fonte frisou ainda que o governo britânico já está a "preparar terreno" para um acordo comercial "ambicioso" com os EUA. 

Recorde-se que está agendada para o dia 11 de dezembro a votação na Câmara dos Comuns. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório