Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Uma segunda pessoa morre após comer produto da Pret a Manger

Cadeia britânica acredita que a culpa será de uma marca de iogurtes.

Uma segunda pessoa morre após comer produto da Pret a Manger
Notícias ao Minuto

19:26 - 09/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Fast Food

Uma segunda pessoa terá morrido após sofrer uma reação alérgica a um produto da cadeira de fast food Pret a Manger.

Celia Marsh, de 42 anos, morreu no Hospital Royal United, em Inglaterra, depois de ter consumido um wrap vegetariano.

Recorde-se que a marca de produtos alimentares foi acusada de possuir falhas nos rótulos de ingredientes dos seus produtos, depois de uma jovem de 15 anos ter consumido uma sandes de sésamo, ingrediente ao qual era alérgica. Natasha Ednan-Laperouse acabou por morrer sem saber que o produto que consumira possuía aquelas sementes.

Após o incidente, a cadeia de fast-food britânica foi obrigada a passar a listar todos os ingredientes, incluindo alergénios, nos seus produtos.

Neste segundo caso, a Pret a Manger alega que a culpa é da marca de iogurtes Coyo que lhes vendeu um iogurte que continha proteína láctea, embora alegue que os seus iogurtes não têm latose, noticia a ABC. Terá sido este o produto que causou a reação alérgica à mulher que morreu em dezembro de 2017. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório