Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Morreu Augustine, a menina lusodescendente que lutava contra o cancro

'Wonder' Augustine tinha apenas quatro anos e lutava contra um tumor no tronco cerebral. Partiu ao som da sua música preferida, Dumbo de Vianney. "Às primeiras notas, deixou de respirar".

Morreu Augustine, a menina lusodescendente que lutava contra o cancro
Notícias ao Minuto

17:47 - 08/10/18 por Filipa Matias Pereira 

Mundo 'Wonder' Augustine

'Wonder' Augustine perdeu esta segunda-feira a luta que travava contra um cancro que lhe roubou os sentidos e a infância - um tumor no tronco cerebral, agressivo e já metastizado no cérebro e na medula espinhal, um glioma pontino intrínseco difuso. Augustine deu luta à doença e, apesar de estar na idade em que a vida deveria ser colorida, deixou de ver as cores do mundo. Deixou de ver, de andar e de falar. Nem assim desistia; não se queixava de um único tratamento a que era submetida. Hoje partiu. 

A pequena lusodescendente, que vivia em França mas tinha familiares em Guimarães, partiu ao som da sua música preferida, Dumbo de Vianney. "Às primeiras notas deixou de respirar", escreveu a família numa publicação nas redes sociais. 

Augustine partiu abraçada pela família, enquanto "o sol brilhava" e uma "joaninha visitava o quarto dela". Foi então que a família decidiu ir fazer o que ela mais gostava: "Apanhar margaridas". 

Notícias ao MinutoMargaridas, as flores preferidas de Augustine © Facebook/association wonder augustine

Recorde-se que Augustine padecia de um tumor inoperável e incurável que lhe foi diagnosticado no dia 3 de agosto de 2018. Recorde aqui a história da menina lusodescendente. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório