Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Saiba como a data da Páscoa é determinada

Este ano a Páscoa celebra-se cedo, já no ano passado comemorou-se a 16 de abril. Mas afinal porque é que as datas variam tanto de ano para ano?

Saiba como a data da Páscoa é determinada

Aliás desde 2008 que a festa cristã foi celebrada sempre em dias diferentes, variando entre as datas de 23 de março e 24 de abril.

De acordo com o religioso inglês Beda, que viveu no século 7, a Páscoa acontece no primeiro domingo depois da primeira lua cheia, após o equinócio da primavera no hemisfério norte (20 de março, em 2018).

"A astronomia está no coração do estabelecimento da data da Páscoa. Esta depende de dois fatores astronómicos - o equinócio da primavera e a lua cheia", explica Marek Kukula, astronómo no Observatório Real de Greenwich, em Londres.

Trata-se de um "feriado móvel", devido ao sistema complexo que foi desenvolvido para o calcular a partir do céu, tendo em conta calendários diferentes.

Estatisticamente a data mais comum para a Páscoa nas igrejas ocidentais tem sido até ao momento o 19 de abril, mas a celebração já chegou a ser festejada o mais tardar no dia 25 desse mês.

“Durante milhares de anos têm sido realizados cálculos e ajustes na tentativa de coincidir os calendários artificiais humanos com a astronomia. Mas, exatamente pela falta de uma combinação precisa entre eles, são necessários cálculos complexos para se determinar o dia exato do equinócio e da lua cheia", acrescentou Kukula.

Miscelânea

O sistema de determinação da data da Páscoa é o resultado da combinação de calendários, práticas culturais e tradições hebraicas, romanas e egípcias.

O calendário egípcio baseava-se no Sol, prática adotada inicialmente pelos romanos e posteriormente pela cultura cristã. Já o judaísmo baseia o calendário hebraico parcialmente na Lua, e o islâmico também tem em consideração as fases da Lua.

A data da Páscoa varia não somente pela tentativa de harmonizar os calendários lunares e solares, mas também pelo facto de diferentes vertentes do cristianismo usarem fórmulas distintas nos seus cálculos.

Em 1582 foi criado o Calendário Gregoriano, adotado e promovido pelo papa Gregório para fazer com que a Páscoa incidisse mais cedo e também para facilitar o seu cálculo. Este é o calendário que utilizamos até hoje em Portugal, e está operacional na maioria dos países.

Segundo a Bíblia, a morte e ressurreição de Jesus, os eventos celebrados pela Páscoa, ocorreram na época da Páscoa Judaica.

A Páscoa Judaica era celebrada na primeira lua cheia depois do equinócio da primavera no hemisfério norte.

Mas isso levou os cristãos a celebrar a Páscoa em diferentes datas e contribuiu ainda mais para a confusão. No fim do século 2, algumas igrejas celebravam a Páscoa juntamente com a Páscoa Judaica, enquanto que outras se queriam distanciar e marcavam a comemoração da data para o domingo seguinte.

No ano 325, a data da Páscoa foi unificada no Concílio de Nicéia.

O consenso estabeleceu que a Páscoa passaria a ser no primeiro domingo depois da primeira lua cheia que ocorresse após o equinócio da primavera (ou na mesma data, caso a lua cheia e o equinócio ocorressem no mesmo dia).

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório