Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

O seu filho faz birras? Eis as causas que pode estar a desvalorizar

Já parou para pensar que as birras do seu filho podem ser um sinal de algum problema mais escondido?

O seu filho faz birras? Eis as causas que pode estar a desvalorizar

Ainda que as emoções das crianças sejam menos elaboradas do que as dos adultos, menosprezá-las é um erro grave que por vezes os pais cometem.

Nas suas reações, muitas vezes só vemos birras à superfície, mas estas podem esconder sentimentos ou necessidades mais escondidas que pode não saber traduzir. Não se trata de ser condescendente com um mau comportamento, mas de tentar perceber a origem das birras, segundo destaca o El Confidencial. Abaixo, conheça dez causas das birras que pode estar a desvalorizar:

1. Não conseguir gerir os impulsos. O desenvolvimento do autocontrolo é um processo particularmente demorado, que só se atinge no final da adolescência. Por exemplo, uma criança não conseguirá controlar o impulso de realizar um proibição explícita até atingir os quatro anos de idade.

2. Precisar de momentos de descanso. Hoje em dia as crianças são sobrestimuladas com uma série de atividades que fazem depois da escola, como os trabalhos de casa e as atividades extra-curriculares. Esta sobrestimulação pode resultar em manifestações de irritabilidade, hiperatividade ou colapsos nervosos inesperados.

3. Forma de comunicar um mal-estar. Sono, fome, cansaço, sede ou sensação de mal-estar podem estar na origem de várias birras, pois esta é muitas vezes a forma que as crianças ajudam para comunicar que não estão bem.

4. Expressão de sentimentos intensos. À medida que crescemos, vamos aprendendo a controlar e ocultar os nossos sentimentos. Não pode exigir que uma criança consiga levar a cabo um processo psicológico tão complexo. Se a criança chora e grita quando está a ter uma forte emoção, deve deixá-la expressar-se e nunca castigá-la por isso.

5. Necessidade de se mexer. A energia inesgotável das crianças pode irritar os adultos, mas eles precisam de se mexer para a queimar. Tente entretê-los com atividades.

6. Desejo de independência. Quando a criança desfia os pais, por exemplo, cortando o cabelo ou escolhendo a roupa que quer usar pode ser uma forma de procurar ser mais independente.

7. Necessidade de brincar. Além de precisarem de queimar energia, as crianças precisam de brincar, alimentar a sua curiosidade e descobrir coisas novas, o que para muitas podem não acontecer quando as obriga a ler, por exemplo. Tente equilibrar as atividades.

8. Reação ao humor dos pais. As crianças são verdadeiras ‘esponjas’. A tristeza, a raiva, o stress e a angústia dos mais velhos transmite-se com facilidade para as crianças.

9. Falta de atenção. Nos casos em que as crianças sentem que não têm atenção dos pais, a rebeldia, a provocação e as birras podem surgir como forma de reclamar a atenção que lhes falta.

10. Resposta a limites que não são constantes. Se um dia deixa o seu filho comer doces antes da refeição e no dia seguinte dizemos que não pode comer doces antes da refeição porque vai ficar sem fome, é normal que a criança faça birra. A criança precisa de estabilidade e de regras físicas, caso contrário irá ficar frustrada e fazer birras com frequência.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório