Dia Mundial da Menopausa. Homens, este tema também é da vossa conta

Celebra-se esta terça-feira o Dia Mundial da Menopausa, uma condição de mulheres mas que não diz respeito apenas a elas. Homens, a conversa hoje é convosco.

© iStock
Lifestyle Mulher

A menopausa é o fechar de um ciclo, o encerrar do período fértil das mulheres. Mas a menopausa é também o início de uma nova fase, de uma nova forma de estar e de viver. Esta é uma condição de mulheres, mas é um assunto que também diz respeito aos homens.

PUB

Naquele que é o Dia Mundial da Menopausa, o Lifestyle ao Minuto reuniu num texto tudo o que os homens devem saber sobre esta condição feminina, não só para ajudarem na interpretação dos sintomas, mas também na preparação da mulher para esta nova fase e para todas as mudanças corporais e mentais que possam acontecer à boleia do ‘simples’ final do período menstrual.

Vamos a isso ‘rapaziada’?

A menopausa afeta cada mulher de uma forma diferente, sendo a idade média de chegada os 51 anos. As queixas relacionadas com os períodos menstruais irregulares, com os afrontamentos após as refeições ou com as dificuldades em adormecer são os primeiros sinais de alerta da perimenopausa, a fase que antecede a chegada da menopausa e que pode prolongar-se por 12 meses de ausência de menstruação, como explica a CUF no seu site.

Contudo, a menopausa – condição que traz mudanças a nível hormonal, especialmente no que toca ao estrogénio e à progesterona – pode vir acompanhada por uma série de outros sintomas ou doenças que andam lado a lado com a mulher durante semanas, meses ou até mesmo anos. O esquecimento é uma dessas consequências, como provou a ciência há uns dias num estudo que revelou que a menopausa pode provocar vários episódios de esquecimento ou uma maior dificuldade de concentração de pensar de forma clara.

A osteoporose é outra condição cientificamente associada à menopausa e que pode trazer complicações no futuro, especialmente se for associada a problemas e dores nas articulações, tendões e ligamentos.

Embora não exista uma evidência científica relacionada com a menopausa e a perda de libido, a probabilidade da mulher colocar a vida sexual em segundo plano é grande, afinal, a menopausa não traz apenas desconforto, mexe também com a feminilidade de cada uma (pois pode provocar secura vaginal) e pode ser uma das responsáveis pelo ganho de peso na meia-idade, algo que afeta negativamente a confiança e o bem-estar da mulher. A queda de cabelo e a pele seca são outras consequências alteram a aparência da mulher.

As mudanças de humor podem ser também frequentes, especialmente nos primeiros meses de menopausa. Cabe aos homens entender que se trata de uma mudança na vida das mulheres e que tem muito a ver com desregulamentos de hormonas, sendo, por isso, as mudanças de humor uma consequência que as mulheres dificilmente conseguem controlar. O stress, o cansaço constante a tristeza sem motivo aparente podem ser também um efeito da menopausa, podendo esta situação demorar a passar.

Cabe aos parceiros das mulheres não só mostrar apoio nesta fase, como recomendar algumas formas de atenuar os efeitos colaterais da menopausa. A acupuntura, diz um recente estudo, ajuda a aliviar os sintomas físicos e pode ser uma aliada no bem-estar da mulher.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS