Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 25º

Edição

Porque é que o seu cão fica tão feliz quando chega a casa?

Os humanos têm dificuldade em perceber porque é que os cães ficam tão felizes quando sentem que o seu dono está a chegar a casa. Mas, para os cães, há muitos motivos para celebrar.

Porque é que o seu cão fica tão feliz quando chega a casa?

O seu cão fica ‘louco’ de felicidade mal mete as chaves na porta de casa? Salta para cima de si, corre desvairado, lambe-lhe a cara ou faz xixi de tanta alegria, as reações diferem entre cães mas a verdade é que eles têm uma alegria imensa por ver o seu dono a chegar. Mas porquê?

O neurologista Gregory Berns, da Escola de Medicina do Atlanta da Universidade Emory, foi o primeiro cientista a conseguir que os cães se submetessem voluntariamente aos scans de ressonância magnética.

As conclusões dos seus estudos, que deram origem ao livro ‘How Dogs Love Us’, apontam que os cães percebem que os humanos são um grupo separado deles mas que consideram os seus donos como parte da família. Além disso a sua capacidade de distinguir odores desconhecidos de odores familiares faz com que ao reconhecerem o odor do seu dono é provocada uma recompensa cerebral muito distinta.

“Claro que querem que lhe demos de comer” mas, como sugerem as ressonâncias magnéticas, “os cães amam os seus humanos, e não é só por causa da comida”, assegura Berns citado pelo El Confidencial.

Os cães gostam da companhia dos humanos, como sugere o cientista, e além disso, muitos especialistas defendem que os cães experimentam algumas emoções de forma muito semelhante a nós. Entre elas, a felicidade.

Para os cães a separação do seu dono não é voluntária nem natural, até porque não é suposto que se ‘abandone o grupo’, explica Giorgio Vallortigara neurocientista da Universidade de Trento ao io9.

O cão fica feliz quando se reencontra com o seu dono, da mesma forma que uma criança se alegra ao ver os seus pais, aponta o cientista. Mas, a sua reação ao reencontro é muito mais intensa, até porque ao contrário de uma criança, não lhe conseguimos explicar que vamos voltar.

Quanto às receções exageradas, isso pode ser apenas sinal de que ainda não se habitou ainda à separação involuntária. Mas também são motivo de alegria porque passa a ter companhia e algo para fazer. Já as lambidelas são apenas uma forma de o cão saber onde esteve e o que esteve a fazer, explica o especialista.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório