Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Tequila Komos à conquista de Portugal. "Está definitivamente a crescer"

Quem o diz é a diretora-geral internacional da Komos, Leslie Serrero.

Tequila Komos à conquista de Portugal. "Está definitivamente a crescer"
Notícias ao Minuto

19:24 - 11/06/24 por Ana Rita Rebelo

Lifestyle Bebidas

Criada em 2019 por Richard Betts, apresenta-se como uma marca 'ultra-premium' e carrega consigo a bandeira da sustentabilidade. Falamos da tequila Komos, que assinala dois anos de operação em Portugal. A garrafa mais cara custa 449 euros.

Esta tequila é feita com agave weber azul maduro, colhido à mão nas terras altas e baixas de Jalisco, no México. As pinãs, descritas como o 'coração' desta planta, são cortadas ao meio e lentamente torradas em fornos artesanais. Este processo antecede a trituração e dura cerca de 72 horas. Depois, segue-se a fermentação, numa cuba ao ar livre, que chega a demorar vários dias. 

Leia Também: Uma cerveja feita com sobras de pão? Sim, já existe!

Em entrevista ao Lifestyle ao Minuto, a diretora-geral internacional da Komos, Leslie Serrero, afirma que "Portugal é, ainda, um mercado jovem para a Komos. "Estamos a entrar no nosso segundo ano no país", lembra, sublinhando que o feedback inicial foi promissor.

A responsável admite que "é difícil dizer que os portugueses são apreciadores de tequila", uma vez que "a categoria ainda é pequena". Mas o mercado "está definitivamente a crescer", assegura.

A Komos nasceu em 2019. De lá para cá, o que mudou no mercado?

Desde 2019, o mercado global de tequila mais do que duplicou. Este crescimento é impulsionado principalmente pelos Estados Unidos. Lá, a tequila ultrapassou o uísque americano no ano passado para se tornar a segunda categoria de bebidas espirituosas mais valiosa, conforme relatado pela IWSR Drinks Market Analysis. A bebida ficou apenas atrás da vodca. Mas, até ao final de 2024, a IWSR espera que a tequila ocupe o primeiro lugar. Embora a quota da tequila no mercado global de bebidas espirituosas ainda seja pequena, prevê-se que triplique até 2026, de acordo com o ISWR, e já registamos um crescimento muito forte nos nossos principais mercados internacionais. O principal fator que impulsiona o mercado da tequila é a evolução da sua imagem, de uma bebida casual para festas para uma bebida espirituosa sofisticada e de qualidade superior. Os consumidores procuram bebidas mais refinadas e de alta qualidade.

Leia Também: A cerveja brava de origem portuguesa tem receitas totalmente renovadas

Como define a etapa em que a empresa se encontra?

A Tequila Komos foi lançada nos Estados Unidos em 2020. Em três anos, tornou-se a número três na categoria de tequila super-premium, um grande feito para nós. A Komos é, ainda, uma marca jovem, mas tem uma reputação já sólida. Estamos numa fase de consolidação e focados em solidificar as nossas posições e reforçar as relações com os parceiros comerciais para garantir um crescimento saudável. Estamos também a investir mais em visibilidade e notoriedade para atrair novos consumidores. A nível internacional, lançámo-nos na Europa e no Médio Oriente no ano passado e na Ásia este ano. Estamos a investir os nossos esforços na educação do mercado e na conversão de mais fãs através da nossa estratégia 'do líquido para os lábios'. Estamos confiantes nos nossos produtos.

Acreditamos firmemente no nosso líquido e estamos convencidos de que a degustação é a chave

Como funciona a produção e como se reflete em termos de sabor?

A nossa produção respeita a forma mais tradicional de fazer tequila, utilizando 100% de agave weber azul superior das terras altas e baixas de Jalisco, que é torrado num forno de pedra vulcânica tradicional e combinado com água de nascente antes de ser duplamente destilado em alambiques de cobre. O Blanco premium é envelhecido numa variedade de barris, o que vai imbuir muitos sabores no líquido e definir o seu caráter. Sendo o nosso fundador, Richard Betts, um mestre sommelier, com uma grande experiência tanto em vinho como em tequila, a ideia fundamental da Komos foi combinar o melhor da tequila e do artesanato vinícola. Cada uma das nossas expressões segue um processo de envelhecimento único e utilizamos os melhores barris de carvalho francês de vinho branco e tinto, o que resulta numa tequila excecionalmente suave e opulenta. Também utilizamos barris de ex-bourbon para o Añejo Reserva e Extra Añejo, que acrescentam riqueza e um corpo poderoso, e barris de xerez para o Añejo Reserva, proporcionando estrutura e um acabamento doce. O toque final é o arejamento da tequila para criar uma sensação na boca mais suave e macia, ao mesmo tempo que acrescenta redondeza.

Como tem sido o desempenho da marca em Portugal?

Portugal é, ainda, um mercado jovem para a Komos, uma vez que estamos a entrar no nosso segundo ano no país. Os resultados iniciais foram muito promissores e corresponderam às nossas expetativas.

E qual a estratégia?

Acreditamos firmemente no nosso líquido e estamos convencidos de que a degustação é a chave para se apaixonar pelo Komos. A nossa estratégia é construir bases sólidas para um crescimento sustentável para além das tendências, dando prioridade às provas e à educação para aumentar o nosso círculo de fãs. 

Leia Também: "O meu 1.º trabalho numa cozinha foi na copa, onde aprendi a lavar loiça"

Considera que os portugueses são apreciadores de tequila?

É difícil dizer que os portugueses são apreciadores de tequila, uma vez que a categoria ainda é pequena, mas está definitivamente a crescer. No entanto, os feedbacks positivos que temos recebido dos consumidores portugueses prometem um futuro brilhante para a Komos.

O que entendem por tequila 'ultra-premium'?

A tequila ultra-premium define a Komos como uma tequila fabricada com o mais elevado grau de perícia, combinando os processos tradicionais de fabrico de tequila no México com técnicas de envelhecimento inovadoras e requintadas para produzir um líquido superior. Cada expressão é também apresentada numa garrafa única, esmaltada em cerâmica, criada por artesãos mexicanos.

A Komos tem ainda um cariz sustentável. Fale-nos sobre isso.

A sustentabilidade está no centro dos valores dos nossos fundadores e está a influenciar profundamente a nossa forma de fazer tequila. De facto, a Casa Komos Brands Group, a empresa-mãe da Tequila Komos, é pioneira em iniciativas de sustentabilidade na indústria, juntamente com a família Orendain, uma das quatro famílias fundadoras da tequila e proprietária de uma das destilarias onde a Komos é produzida. Estas iniciativas incluem a reutilização dos resíduos da produção em tijolos dados ao povo de Tequila para a construção de infraestruturas, o trabalho com as mesmas famílias de agricultores há gerações para cultivar as suas agaves e o fabrico da garrafa única de porcelana feita à mão no México para reduzir a pegada de carbono e empregar mais população local. A Komos é também o primeiro produtor de tequila a utilizar BIOPALL by Green Loop - uma solução de embalagem ecológica, compostável e biodegradável - na sua cadeia de fornecimento operacional. As biopaletes híbridas da Green Loop são feitas de 70% de fibra de agave e 30% de madeira proveniente de florestas geridas de forma sustentável.

Estão previstas novidades ainda para este ano?

Globalmente, estamos a prosseguir o desenvolvimento internacional, expandindo a nossa presença em mais de 30 mercados e investindo mais no retalho de viagem. Com o lançamento da Tequila Komos XO, continuamos a alargar os limites do que a tequila deve ser, elevando a sua reputação e experiência.

Leia Também: Que 'lata'! Anda à solta uma nova Bandida do Pomar

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório