Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 24º

Pequeno-almoço: 17 médicos revelaram as suas escolhas preferidas

Conheça os alimentos que pode - e deve - continuar a comer pela manhã.

Pequeno-almoço: 17 médicos revelaram as suas escolhas preferidas
Notícias ao Minuto

11:03 - 27/05/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Alimentação

Uns não prescindem do pão ao pequeno-almoço. Outros elegem o iogurte. Mas, afinal, quais são as melhores opções? O portal Today falou com 17 médicos e dentistas para descobrir o que comem de manhã.

A principal escolha foi a aveia. Segundo a gastroenterologista Wendy Ho, a aveia cortada em grãos é a melhor opção para regular o intestino e prevenir a obstipação. Os médicos costuma misturá-la com nozes, sementes, frutos secos e também frutas frescas, sobretudo mirtilos e framboesas, por serem ricos em antioxidantes.

Leia Também: Quatro termogénicos que todos conhecem e queimam gordura rapidamente

Pão integral torrado, com abacate ou manteiga de amendoim, também está no topo das preferências. Alguns acrescentam ovo para aumentar a quantidade de proteína e a saciedade. Já o cardiologista Andrew Freeman prefere juntar vegetais. 

Os profissionais de saúde também são apreciadores de iogurte natural, sem açúcar, por ter probióticos que promovem o equilíbrio da flora intestinal. Além disso, o iogurte também agrada aos dentistas por ser rico em cálcio e fosfato, que fortalecem os dentes e os ossos. A médica oncologista Elizabeth Comen refere que este alimento confere "ótimas proteínas".

Leia Também: Cinco alimentos que vão ajudá-lo a livrar-se da barriguinha da vergonha

Os batidos também agradam os especialistas, que costumam priorizar as opções verdes, feitas com couve, espinafre e algumas frutas. O neurologista Imad Najm revelou ao Today que acrescenta nozes na bebida porque "adicionam gordura e contêm uma grande quantidade de minerais e antioxidantes".

Por sua vez, o oncologista McQuade gosta de preparar frittatas, ou omeletes recheados com vegetais. "São uma ótima fonte de proteína limpa e algumas gorduras boas", resumiu.

Para o cardiologista James O’Keefe, o ovo também é uma boa escolha. No seu entender, dois ovos por dia é a quantidade ideal.  Por outro lado, os neurologistas Imad Najm e Laura Stein consumem apenas a clara do ovo para evitarem a gordura presente na gema. Mais radical, o cardiologista Andrew Freeman afirmou que evita completamente os ovos.

Leia Também: Especialista revela os três melhores exercícios para envelhecer bem

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório