Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 30º

"Vacinação é crucial para um envelhecimento saudável"

Até 2030, estima-se que o número de pessoas com mais de 60 anos aumenta em mais de um terço.

"Vacinação é crucial para um envelhecimento saudável"
Notícias ao Minuto

07:04 - 23/04/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Vacinação

A propósito da Semana Mundial da Imunização, que se assinala entre os dias 24 e 30 de abril, a GSK reforça que é necessário parar de colocar apenas os "cuidados aos doentes" no centro da ação em saúde, apostando na literacia da população e em estratégias preventivas para tornar a imunização de adultos o padrão de cuidados.

"A imunização de adultos, através da vacinação, é uma componente chave para a prevenção de doenças crónicas e infeciosas, promovendo a saúde pública, o envelhecimento saudável e contribuindo de forma positiva para a economia", afirma em comunicado.

Leia Também: Covid e Influenza. "A administração simultânea das vacinas é segura"

Atualmente, o mundo está a passar por mudanças demográficas significativas, com o envelhecimento da população a emergir como uma tendência dominante. "Até 2030, espera-se que o número de pessoas com mais de 60 anos aumente em mais de um terço, para 1,4 mil milhões de pessoas, o que representa uma parte vital da nossa economia global. Além disto, os sistemas de saúde enfrentam enormes pressões e atrasos no tratamento, intensificados pela 'tripla epidemia' de Covid-19, gripe sazonal e vírus sincicial respiratório (VSR) do passado inverno, juntamente com taxas crescentes de doenças crónicas em idades cada vez mais reduzidas", refere também.

"Através da adoção de estratégias globais e personalizadas de imunização, os adultos podem continuar a ser participantes ativos e saudáveis ​​na sociedade - prolongando a qualidade de vida, a produtividade, as contribuições para as economias locais e reduzindo os custos dos cuidados de saúde adjacentes ao tratamento de doenças preveníveis." Ainda assim, e "demasiadas vezes, os adultos perdem a oportunidade de vacinação, apesar de estarem cada vez mais suscetíveis ao declínio imunológico e a doenças infeciosas, e correrem maior risco de virem a desenvolver doenças crónicas", aponta.

Leia Também: Ministra da Saúde avalia "dificuldades" na aquisição de vacinas pelas ULS

Para a GSK, "é necessário sensibilizar decisores políticos, facilitando a acessibilidade à prevenção, mas também a população", defende Neuza Teixeira, country medical director da GSK Portugal. E, acrescenta: "Ao longo dos anos temos vindo a perceber que a falta de conhecimento que a população tem relativamente às várias doenças e vírus, como o VSR  e o vírus responsável pelo herpes zoster, por exemplo, tem sido um entrave no que diz respeito à vacinação dos adultos".

A Semana Mundial da Imunização é uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde, que este ano celebra os 50 anos do Programa Alargado de Imunização - reconhecendo os esforços coletivos para salvar vidas através da redução de doenças preveníveis por vacinação, e apelando aos países para que aumentem os investimentos em programas de imunização para proteger as próximas gerações. Enfatiza também a necessidade urgente de alcançar uma cobertura vacinal elevada e equitativa em todas as comunidades para prevenir surtos destas doenças agora e no futuro.

Leia Também: Quinze ruturas de vacinas notificadas ao Infarmed nos últimos três anos

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório