Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 33º

Atividade física regular pode ser decisiva contra o stress e a ansiedade

É o que revela um realizado recentemente pela Marktest para a Medicare.

Atividade física regular pode ser decisiva contra o stress e a ansiedade
Notícias ao Minuto

18:53 - 05/04/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Exercício físico

Dados do estudo 'Estado de Saúde geral da população portuguesa', realizado recentemente pela Marktest para a Medicare, mostram que a população portuguesa atribui ao seu estado geral de saúde um índice médio de 74.9 pontos, classificado como 'Bom' numa escala de 0-100. "Esta avaliação positiva, próxima do limite do 'Muito Bom', é um reflexo do compromisso crescente com o bem-estar físico e mental dos portugueses."

"Neste Dia Mundial da Atividade Física, queremos motivar os portugueses a priorizarem a sua saúde física e mental. Fica claro, com este estudo, que a prática regular de atividade física não só contribui para um estado de saúde geral mais positivo, mas também desempenha um papel vital na gestão do stress e na promoção do bem-estar mental dos cidadãos", refere Catarina Real, Head of People & Wellbeing da Medicare, em comunicado.

Leia Também: Kate Middleton está a fazer quimioterapia preventiva. Em que consiste?

Uma das associações mais relevantes é que os níveis superiores à média global no que diz respeito ao estado geral de saúde verificam-se entre aqueles que praticam atividade física de forma regular, com um índice médio classificado como 'Muito Bom', por oposição aos que não têm este hábito. Para além destes, pontuações significativamente mais altas, classificadas como 'Excelente' e 'Muito Bom' verificam-se junto dos indivíduos que relataram baixos níveis de stress nos últimos seis meses, bem como aqueles na faixa etária de 18 a 24 anos, respetivamente.

Os dados também revelaram que aproximadamente quatro em cada 10 portugueses sofreram algum tipo de sintoma do foro mental nos últimos 12 meses, com incidências particularmente elevadas entre os jovens adultos e aqueles que não se envolvem em atividades físicas regulares. "É preocupante observar que cerca de um em cada cinco portugueses recorreu a medicação, como calmantes ou medicamentos para dormir, destacando a necessidade contínua de abordagens holísticas para a saúde e o bem-estar", pode ler-se na mesma nota de imprensa.

Leia Também: Rastreio do cancro do pulmão? "Permitirá salvar cerca de 20% dos doentes"

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório