Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 24º

Mudanças na alimentação que ajudam (e muito) a melhorar a saúde mental

Siga os conselhos de uma nutricionista. É simples!

Mudanças na alimentação que ajudam (e muito) a melhorar a saúde mental
Notícias ao Minuto

10:43 - 04/04/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde mental

Infelizmente, "muitas pessoas não se apercebem da ligação entre a alimentação e o bem-estar mental", explica Signe Svanfeldt, nutricionista da Lifesum, citada na Yahoo! Life. Isto significa que "uma dieta nutritiva e equilibrada tem um impacto positivo na nossa energia e humor, assim como na nossa microbiota intestinal, o que influencia a saúde mental", acrescenta. 

Para ajudá-lo a 'alimentar' da forma mais saudável o bem-estar, a nutricionista revelou cinco mudanças simples na dieta que fazem toda a diferença. 

Leia Também: Excesso de peso pode ter um efeito negativo na saúde mental, diz estudo

1- Coma mais prebióticos

Ou seja, aposte em alimentos como brócolos, espinafres, cenouras, aveia, quinoa, arroz integral, feijão, lentilhas e grão-de-bico.

Tal como os probióticos, estes alimentos prebióticos ajudam a reduzir a inflamação, explica Svanfeldt, "o que pode aumentar os níveis de serotonina no corpo,  um neurotransmissor que regula o humor e reduz os sintomas de stress e ansiedade".

2- Inclua mais probióticos na alimentação 

Deve apostar em alimentos fermentados como chucrute, kefir, kimchi, kombucha e pão de massa fermentada

"Os nossos intestinos adoram os probióticos, porque ajudam a regular a composição e a atividade do microbioma intestinal, o que pode reduzir os sintomas de depressão e ansiedade e aumentar a resistência ao stress."

Leia Também: Estes alimentos fazem maravilhas pela imunidade e saúde cardiovascular

3- Tente consumir mais alimentos ricos em ómega-3 

É o caso de alimentos como sementes de linhaça, sementes de chia, sementes de cânhamo, nozes, salmão, truta e atum.

Caso não saiba, os ómega-3 são gorduras saudáveis capazes de "reduzir a inflamação no cérebro que tem sido associada a perturbações do humor, o que significa que podem ajudar a melhorar o bem-estar", diz Svanfeldt.

4- Consumir mais polifenóis

Pode encontrá-los em alimentos como maçãs, uvas, kiwis, nozes, avelãs, pimentos, couve roxa e espinafres.

"Promovem um fluxo sanguíneo saudável para o cérebro e podem protegê-lo do stress oxidativo e da inflamação", afirma Svanfeldt. "Isto pode afetar a saúde mental, reduzindo os sintomas depressivos e aumentando o bem-estar mental geral."

5- Comece a aumentar a ingestão de hidratos de carbono complexos

Nesta lista encontra alimentos como aveia, cevada, trigo-sarraceno, batata-doce, beterraba, cenoura, feijão e lentilhas.

"Hidratos de carbono complexos (ricos em fibras) podem apoiar a saúde intestinal, a digestão e fornecer ao nosso corpo nutrientes essenciais que podem ajudar a reduzir os sintomas de depressão e ansiedade", explica. 

Leia Também: Hábitos matinais que o deixam mais feliz durante todo o dia

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório