Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
27º
MIN 14º MÁX 28º

Neurocientista revela "segredo surpreendente" para prevenir Alzheimer

Estar só é das piores coisas que pode fazer pelo seu cérebro, segundo o médico Robert Love.

Neurocientista revela "segredo surpreendente" para prevenir Alzheimer
Notícias ao Minuto

12:51 - 01/03/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Doenças neurodegenerativas

O neurocientista Robert Love disse, num vídeo publicado no TikTok, que existe um "segredo surpreendente" que ajuda a prevenir a doença de Alzheimer. "Ter relacionamentos saudáveis ​​é uma das melhores coisas que pode fazer pela sua saúde em geral, pela saúde do seu cérebro e ajudar a reduzir o risco da doença de Alzheimer", afirmou.

O especialista começou por explicar que "os relacionamentos dão propósito e significado à vida". "E ter um propósito e significado na vida não é apenas ótimo para a sua saúde, mas também para a mente e ajuda a reduzir o risco de Alzheimer", referiu.

Leia Também: Risco de Alzheimer é superior para estas pessoas, dizem investigadores

Além disso, "ter ótimos relacionamentos pode ajudar a reduzir o stress e a ansiedade". "Os humanos são criaturas sociais. Precisamos de estar perto de boas pessoas."

Robert Love lembrou ainda que "a solidão é um dos maiores fatores de risco para doenças, assim como para o Alzheimer". Segundo o médico, pode ser "tão mau para a saúde como fumar".

@robertwblove The Surprising Secret to Preventing Alzheimer’s. #Alzheimers #Dementia #Brain #BrainHealth #Asian #StaySharp #AgingGracefully #HealthAndWellness #Love #Relationships #Loneliness #TikTokLive #TikTokLiveStream #LearnOnTikTok #RobertLove #RobertWBlove original sound - Robert Love

Recorde-se que Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que causa perda de memória e declínio cognitivo progressivos, perturbações da linguagem e até dificuldade em realizar tarefas como pagar contas e lidar com o dinheiro, e que é a forma mais comum de demência. Demência é um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. Para a maioria não existe tratamento. Porém, está provado que cerca de 40% das demências, como o Alzheimer (a forma mais comum de demência), podem ser prevenidas ou atrasadas.

A Organização Mundial de Saúde estima que existam 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo, número que pode chegar os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões. 

Leia Também: Fala-se de um 'novo' vírus misterioso no TikTok. Há motivo para alarme?

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório