Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Dizer 'bom dia' a estranhos faz maravilhas por si, diz estudo

É mais do que uma questão de educação. Só tem a ganhar!

Dizer 'bom dia' a estranhos faz maravilhas por si, diz estudo
Notícias ao Minuto

16:28 - 06/12/23 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Bem-Estar

Passa pelos outros e finge que nem os vê? Más notícias. Bom dia, por favor e obrigada. Dizer estas palavras a estranhos proporciona bem-estar e satisfação, defendem investigadores da Universidade Sabanci, na Turquia. Sim, leu bem. Segundo um estudo, publicado na revista Social Psychological and Personality Science, conversar com desconhecidos, ainda que por um curto período de tempo, tem benefícios.

Os cientistas analisaram inquéritos preenchidos por 60 mil adultos sobre hábitos de vida e saúde mental. Foi assim que descobriram que os mais sociáveis apresentavam uma maior satisfação com a vida.

Leia Também: O que está a dar é dormir com cebolas dentro das... meias (sim, leu bem!)

A principal autora do estudo, Esra Ascigil, acredita que o bem-estar relatado está relacionado com um sentimento de pertença. "Ter um sentimento de pertença faz com que nos sintamos aceites e valorizados por outros pessoas - muitas vezes é considerado uma necessidade humana fundamental", afirmou a responsável, em entrevista ao Daily Mail.

E não é tudo. Além de proporcionar bem-estar, a interação social pode funcionar como um fator protetor contra a demência, um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças, como o Alzheimer, que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. Um estudo da Universidade de Nova Gales do Sul, em Sydney, na Austrália, demonstra que interações frequentes - mensais ou semanais - com familiares e amigos diminui o risco.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que existam, atualmente, 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo, com quase 10 milhões de novos casos todos os anos. Além disso, a OMS prevê que este número possa chegar aos 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões.

Leia Também: Adormece sempre depois desta hora? É por isso que não consegue emagrecer

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório