Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 38º

Contacto com a natureza pode ajudar a retardar estas doenças, diz estudo

Para chegar a esta conclusão, uma equipa de investigadores analisou mais de 60 milhões de americanos, com 65 anos ou mais.

Contacto com a natureza pode ajudar a retardar estas doenças, diz estudo
Notícias ao Minuto

21:00 - 28/12/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Doenças neurodegenerativas

De acordo com um novo estudo, feito nos Estados Unidos, e publicado na JAMA Network Open, revista científica, viver em áreas com parques, jardins e rios ajuda a retardar a progressão de doenças neurológicas, nomeadamente, Alzheimer e Parkinson. 

É uma conclusão que tem como base mais de uma década e meia de informações relativas a quase 62 milhões de americanos, com 65 anos ou mais, explica o jornal U.S. News & World Report, citando o estudo. 

Leia Também: Parkinson. Doença pode começar no intestino e espalhar-se até ao cérebro

"Investigações anteriores mostraram que ambientes naturais - como florestas, parques e rios - podem ajudar a reduzir o stresse e restaurar a atenção", diz Jochem Klompmaker, um dos autores do novo estudo. Com o objetivo de entender melhor este fenómeno, os investigadores analisaram internamentos hospitalares, relacionados com Alzheimer e demência, e com Parkinson.

Assim, chegaram à conclusão que, entre aqueles que viviam em áreas com mais vegetação, o risco de hospitalização era significativamente mais baixo, no geral.

Os resultados foram, mais positivos em relação ao Parkinson, já que por todas as medidas estudadas, viver num ambiente mais verde resultou num risco de hospitalização menor.

Leia Também: Cientistas desenvolvem novo teste que deteta sinais de Alzheimer

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório