Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Feira de Artes, Ofícios e Sabores regressa a Vimioso com 80 expositores

O evento começa na sexta-feira, 9 de dezembro, e termina no domingo, dia 11.

Feira de Artes, Ofícios e Sabores regressa a Vimioso com 80 expositores
Notícias ao Minuto

11:32 - 06/12/22 por Lusa

Lifestyle Eventos

A Feira de Artes, Ofícios e Sabores regressa a Vimioso de sexta-feira a domingo, após um interregno devido à pandemia de Covid-19, num certame regional onde participam 80 expositores, disse hoje à Lusa o presidente Câmara.

"Passados estes anos que estivemos impedidos de realizar o certame devido à pandemia de Covid-19, estamos de regresso e os expositores pediram ao município para antecipar a feira para coincidir com o fim de semana prolongado. O grande objetivo é oferecer a quem nos visita um conjunto de atividades em simbiose com a natureza e o melhor da nossa gastronomia", explicou Jorge Fidalgo, presidente daquela autarquia do distrito de Bragança.

Leia Também: Lisboa volta a estar iluminada pelas luzes de Natal. Veja as imagens

Um passeio todo-o-terreno, montarias ao javali ou uma saída de campo para a apanha de cogumelos, que envolvem algumas centenas de participantes, são algumas das atividades que darão a conhecer a paisagem deste concelho transmontano, integrado na Rede Natura 2000.

De acordo com o autarca social-democrata, "este é um regresso esperado de uma Feira que vai na sua XXI edição e que desde sempre se assumiu como palco de valorização e montra de promoção do que mais genuíno se pode encontrar em Trás-os-Montes, nomeadamente produtos da terra, artesanato, cultura, potencial cinegético e turístico, sem esquecer a gastronomia, o folclore e a música tradicional".

A maioria dos expositores é oriunda de região transmontana onde o artesanato assume destaque, como os ancestrais "escrinhos" feitos de palha e cascas de silva oriundos da aldeia de Vilar Seco, no concelho de Vimioso.

O artesanato em madeira, cobre, tecelagem, olaria, tanoaria, cutelaria ou couro, entre outros, são igualmente presença obrigatória.

Vindos da terra haverá vários produtos como a castanha (com um concurso de doçaria específico), feijão, frutos da época, queijos, mel, vinhos, azeite, fumeiro e outras iguarias.

Leia Também: Programação de Natal arranca esta semana em Castelo Branco

Uma das particularidades da Feira de Artes, Ofícios e Sabores é que alguns artesãos locais vão trabalhar ao vivo, assumindo o certame nesta componente um papel educativo, mostrando artes e ofícios que, com o tempo, correm o risco de desaparecer.

O espaço de exposições vai ser animado por grupos locais de gaiteiros e também com a atuação dos Pauliteiros.

Nos grandes espetáculos musicais, na noite de abertura e no sábado atua o artista Camané, estando no domingo o palco reservado para José Malhoa.

Este ano há um espaço inteiramente dedicado às crianças, onde se cruza a diversão com a aprendizagem, que vai permitir aos pais passear pelo certame enquanto os filhos brincam.

O município integrou neste festival uma parceria com a Cooperativa Agropecuária Mirandesa, sedeada em Vimioso, "pela mais-valia que representa a carne mirandesa para toda a região do Planalto Mirandês".

A Câmara Municipal de Vimioso investe cerca de 100 mil euros na organização do certame, e o autarca Jorge Fidalgo acredita que "o retorno será muito maior".

Leia Também: Todos os fãs de batata-doce vão ter de passar em Grândola por estes dias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório