Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Estes sintomas de Ómicron podem ser confundidos com intoxicação alimentar

A maioria das pessoas infetadas pela variante Ómicron do novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, apresentam sintomas semelhantes aos de uma gripe comum.

Estes sintomas de Ómicron podem ser confundidos com intoxicação alimentar
Notícias ao Minuto

07:25 - 31/01/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Coronavírus

Contudo, os especialistas alertam que há um sinal pouco conhecido do vírus que pode fazer com que a pessoa sinta que está a experienciar uma intoxicação alimentar, reporta um artigo publicado no jornal The Sun. 

As autoridades afirmam que a infeção pode levar ao aparecimento de sintomas que diferem de problemas respiratórios.

Segundo o Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS), os três principais sintomas de coronavírus são uma tosse persistente nova, temperatura elevada, ou a perda de paladar e olfato - fenómeno que também é conhecido como anosmia. 

Leia Também: Vírus: Este sintoma de Ómicron pode permanecer mesmo após a recuperação

Dados anteriores, revelaram que os três sinais mais comuns de Ómicron que assolam os britânicos são tosse, fadiga e dor de cabeça.

Estes variam dos três principais sintomas de coronavírus estabelecidos pelo NHS que não mudaram desde que o começo da pandemia da Covid-19 em março de 2020.

O médico norte-americano Bill Admire disse que a maioria das pessoas que contraíram a variante Delta sofreram de alguma forma de problema respiratório - com condições respiratórias superiores sendo o fator chave.

"Mas com a Ómicron, predominam pacientes com problemas gastrointestinais, ao mesmo tempo que também têm sintomas", mencionou. 

Em entrevista à WPMI-TV, disse que há vários sintomas que podem surgir associados à variante. 

Admire indicou que náuseas, dor abdominal, vómitos, perda de apetite e diarreia podem ser sinais de Covid.

Por outro lado, o Office for National Statistics (ONS) afirma que os sintomas menos comumente relatados têm sido consistentemente dor abdominal, diarreia e náuseas ou vómitos.

Especialistas, no entanto, dizem que, embora náuseas ou vómitos não sejam sinais chave do vírus, podem manifestar-se juntamente com outros sintomas.

Estudos têm demonstrado que pessoas que têm Covid-19 podem, por vezes, experienciar sintomas gastrointestinais.

Numa pesquisa publicada no Journal of Microbiology, Immunology and Infection, especialistas descobriram que náuseas e vómitos eram dois dos sintomas mais comuns em doentes com outros sintomas de Covid, como dor de garganta ou anosmia.

O estudo sugere ainda que problemas como diarreia, náuseas e vómitos podem ser desencadeados pela infeção pelo SARS-CoV-2. 

A razão pela qual as pessoas adoecem, sugerem os investigadores, deve-se à resposta inflamatória do corpo à infeção pelo coronavírus.

Os dados da ONS também determinaram que os sintomas mais relatados diminuíram em dezembro de 2021 em comparação com novembro de 2021, e a percentagem de pessoas que relataram dor de garganta aumentou no mesmo mês.

Leia Também: O "sintoma muito doloroso" de Ómicron que difere da gripe comum

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório