Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
14º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Variante Ómicron: Três sintomas que jamais pode ignorar

Embora a nova variante do coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, tenha provocado até ao momento quadros mais ligeiros da doença, o número crescente de casos já é uma grande fonte de preocupação entre os especialistas.

Variante Ómicron: Três sintomas que jamais pode ignorar
Notícias ao Minuto

10:17 - 11/01/22 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Contágio

Adicionalmente, a crença de que a nova variante é menos grave, faz com que muitas indivíduos tenham um postura e comportamento mais negligente relativamente ao vírus. Enquanto alguns descartam os sintomas como inofensivos, outros atribuem-nos a uma constipação comum, não tomando cuidados ou mantendo o distanciamento social necessário, levando assim ao contágio de outras pessoas, explica um artigo publicado no jornal Times of India. 

De acordo com uma análise do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), nos Estados Unidos, tosse, fadiga, congestão e corrimento nasal são os quatro sintomas mais comuns da variante Ómicron.

O professor Tim Spector de Epidemiologia Genética do King’s College London, diretor da aplicação de estudo ZOE Covid no Reino Unido, exorta todos aqueles que sofrem de sintomas similares aos de uma gripe comum a serem imediatamente testados. Para o especialista, febre leve, fadiga, garganta 'arranhada', dores no corpo e suores noturnos sem qualquer sinal de perda do olfato e paladar podem ser indicadores de uma infeção por Ómicron.

Leia Também: Ter uma constipação "aumenta a imunidade contra a Covid-19"

Numa atualização recente, Spector também destacou que náuseas, vómitos e perda de apetite são igualmente alguns dos sintomas relatados por pacientes infetados com a estirpe. 

Eis, segundo o jornal Times of India, três sintomas em particular que devem ser tidos em conta de imediato:

Dor de garganta

Dor de garganta ou 'arranhada' é um sintoma que veio à tona desde o começo da propagação da variante Ómicron.

A médica Angelique Coetzee, presidente da Associação Médica Sul-Africana, que também foi o primeira a detetar a estirpe Ómicron, disse anteriormente que a maioria dos pacientes infetados com a nova variante relatam a sensação de garganta 'arranhada', além de uma pequena subida da temperatura corporal que tende a desaparecer por conta própria.

Dor de cabeça

Trata-se de uma condição que pode surgir devido a várias razões. Inclusive, no que diz respeito à Covid-19 ou à Ómicron.

Dada a inflamação que ocorre no corpo pós-infeção, a dor de cabeça é um sinal comum da doença. A dor pode variar de acentuada a leve, e pode ocorrer juntamente com outros sintomas.

Corrimento nasal

Até agora, a maioria dos sintomas da Ómicron coincide com uma constipação ou gripe comum, tornando difícil discernir se se trata de Covid-19 ou não. 

O corrimento nasal é um sintoma que tem sido repetidamente associado com o coronavírus. Seja em casos de reinfeção ou devido a uma infeção com a variante Ómicron. 

Leia Também: Ómicron: Estes sintomas manifestam-se 48 horas após a infeção

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório