Meteorologia

  • 19 MAIO 2021
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Varizes: Mais do que um problema estético, médico explica

"Ao contrário do que se possa pensar, as varizes das pernas não são apenas um problema estético. A presença da variz indica uma veia doente, sendo muitas vezes o primeiro sinal da chamada insuficiência venosa, uma doença muitas vezes desvalorizada e que se não for diagnosticada e tratada atempadamente pode ter um impacto significativo na vida das pessoas", explica Jorge Tenreiro, Coordenador de Angiologia e Cirurgia Vascular no Instituto CUF Porto, neste artigo de opinião.

Varizes: Mais do que um problema estético, médico explica

As varizes são veias que, por alteração da parede, ficam dilatadas e tortuosas. Embora possam aparecer varizes em todo o corpo, com diferente significado e repercussão, vamos falar das varizes dos membros inferiores.

Ao contrário do que se possa pensar, as varizes das pernas não são apenas um problema estético. A presença da variz indica uma veia doente, sendo muitas vezes o primeiro sinal da chamada insuficiência venosa, uma doença muitas vezes desvalorizada e que se não for diagnosticada e tratada atempadamente pode ter um impacto significativo na vida das pessoas. Esta doença é causada pelo deficiente retorno do sangue venoso ao coração que se acumula nas pernas e leva à inflamação venosa e ao aparecimento de sintomas e alterações nos membros inferiores. A veia é o vaso que transporta o sangue de regresso ao coração e pulmões. Como se depreende, trabalha na grande maior parte do dia contra a gravidade.

Que tipos de varizes existem?

Há essencialmente dois tipos de varizes, as chamadas de varizes subcutâneas e telangiectasias - também conhecidas como 'aranhas” ou "vasinhos' - e ainda umas mais grossas chamadas de varizes tronculares. Os dois tipos coexistem, mas algumas pessoas só têm tronculares e outras só telangiectasias.

Notícias ao MinutoJorge Tenreiro© DR

As telangiectasias são pequenas veias arroxeadas, muito finas. Surgem na fase inicial da insuficiência venosa e são um sinal de doença de pequenas veias superficiais que as alimentam. As varizes tronculares são mais volumosas, na maior parte das vezes fazem saliência na pele e estão num plano um pouco mais profundo, mas em relação com a pele.

Quais são os sintomas e fatores de risco?

O desenvolvimento de varizes e o seu tipo está intimamente ligado com uma tendência hereditária de história familiar, mas outros fatores tais como a idade, o sexo feminino, a obesidade, o sedentarismo, são muito importantes na evolução. A temperatura ambiente alta que se verifica no verão, acentua de modo muito significativo o desenvolvimento das varizes e gera sintomas nas pernas de mal-estar, peso, inquietação e edema (inchaço) dos tornozelos.  Embora melhorem com o repouso prolongado, vão provocando alterações ao nível da pele e tecidos que se tornam crónicas. A grande maioria das pessoas convivem e suportam estes sintomas e muitas vezes não se apercebem que o seu 'cansaço' é provocado por esta má circulação.

A pandemia e o confinamento vieram acentuar estes fatores enumerados o que, associado ao receio que as pessoas sentiram em procurar ajuda médica, muito tem contribuído para a evolução negativa ao recorrerem ao médico apenas em situações extremas. Nunca é demais relembrar que as unidades de saúde estão preparadas, com protocolos e circuitos, para garantir a segurança dos doentes e profissionais de saúde.

Quando procurar o médico?

Sempre que exista a manifestação de sinais e sintomas, deve-se recorrer à avaliação de um especialista em cirurgia vascular com o objetivo de realizar um diagnóstico precoce e assim permitir um tratamento atempado e adequado à situação clínica de cada doente. Após o diagnóstico, o especialista irá aconselhar o tratamento mais adequado, que poderá ir desde as simples medidas de aconselhamento gerais à cirurgia.

Além da resposta personalizada aos doentes que recorrem diretamente à CUF Porto, os doentes do Serviço Nacional de Saúde que necessitem de tratamentos cirúrgicos poderão utilizar o vale-cirurgia atribuído pelos hospitais públicos, com as vantagens de um atendimento personalizado e da redução do tempo de espera de cirurgia sem qualquer custo adicional.

Atualmente existem diversas técnicas cirúrgicas cada vez menos invasivas, realizadas em regime de ambulatório, e que permitem uma rápida recuperação. Contudo, o tipo de cirurgia vai estar dependente do tipo de varizes. O mais indicado é procurar o seu médico que o irá aconselhar qual o tratamento mais adequado para o seu caso. Mantenha as suas pernas saudáveis e não deixe que as varizes estraguem o seu verão.

Leia Também: Praticar exercício físico prejudica as varizes?

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório