Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2020
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Por que a temperatura do corpo humano diminuiu nos últimos 200 anos?

Se por um lado o planeta está a aquecer, por outro lado a temperatura do corpo humano está a decair, segundo um estudo realizado por cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Por que a temperatura do corpo humano diminuiu nos últimos 200 anos?
Notícias ao Minuto

09:15 - 28/01/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Mistérios da anatomia

Os investigadores que participaram na pesquisa afirmaram à BBC News que, nos últimos 200 anos, a temperatura do corpo humano tem vindo a diminuir de forma "substancial e contínua".

"A nossa temperatura não é a que as pessoas imaginam", diz Julie Parsonnet, professora de medicina da universidade e co-autora do estudo, à BBC.

Esta nova pesquisa afirma que desde 1800 a temperatura corporal tem vindo a decrescer gradual e constantemente a cada década.

Conforme os investigadores, os homens nascidos nos anos 2000 têm uma temperatura 0,59° C mais baixa do que os nascidos no século XIX.

Já as mulheres que nasceram no fim do século XX e no início do século XXI têm uma temperatura corporal 0,32° C menor, relativamente às que nasceram nos anos 1800.

A ideia de que a temperatura padrão do corpo humano seria de 37° C foi difundida pela primeira vez em 1851 pelo médico alemão Carl Reinhold August Wunderlich. Estudos mais recentes, no entanto, já haviam questionado esse conceito.

Um deles, por exemplo, analisou a temperatura corporal de 25 mil britânicos — e descobriu que a média era de 36,6 °C.

Na nova pesquisa, Parsonnet e a sua equipa analisaram os registos de temperatura de mais de 677 mil pessoas nascidas entre 1800 e o final dos anos 1990 nos Estados Unidos. A análise mostrou que, a cada década nesse período, a temperatura do corpo humano caiu 0,03° C.

Isso significa que, em média, a temperatura corporal é hoje 1,6% menor que na era pré-industrial.

Por que estamos a arrefecer?

Os investigadores argumentam que a diminuição da temperatura está associada à diminuição da taxa metabólica, ou seja a quantidade de energia que o corpo humano usa para funcionar.

Para os autores o motivo desta redução deve-se sobretudo às inflamações que ocorrem no organismo.

"Uma inflamação produz proteínas que aceleram o metabolismo e aumentam a temperatura", explica Parsonnet. Segundo os cientistas, a menor incidência de inflamações pode estar relacionada ao facto de que, nos últimos 200 anos, os tratamentos médicos e os hábitos de higiene melhoraram significativamente.

Os cientistas também indicam que viver em ambientes menos variáveis pode ter diminuído a taxa metabólica.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório