Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2020
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 19º

Edição

Lipoescultura: Cinco coisas que não sabia sobre remodelação corporal

A chegada de um novo ano é sinónimo de resoluções e mudanças, também no que se refere ao bem-estar. Mais exercício físico e uma alimentação saudável são algumas das ambições recorrentes, mas nem sempre suficientes para atingir o corpo de sonho e manter a autoestima elevada, seja pela genética ou pelo acumular de gordura localizada, que teima em não desaparecer.

Lipoescultura: Cinco coisas que não sabia sobre remodelação corporal
Notícias ao Minuto

07:00 - 23/01/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Corpo perfeito

Para estes casos, e já a pensar na 'operação verão', a solução pode passar por uma lipoescultura, que vai modelar o corpo, retirando o que está a mais e preenchendo zonas que necessitem de um novo volume.

O termo não é novo, mas é comum confundir-se a lipoaspiração com outros procedimentos estéticos, assim como a sua utilidade. Para acabar com estas dúvidas e garantir que os portugueses fazem as escolhas corretas, optando pelos procedimentos que mais lhe convêm, o cirurgião João Martins, especialista em cirurgia plástica e estética, deixa algumas curiosidades sobre a lipoescultura:

Lipoescultura não é indicada para perda de peso

Uma lipoescultura não é apenas uma lipoaspiração. Apesar da remodelação corporal passar também pela retirada de gordura que está a mais no corpo, não é apenas isso e não é um procedimento adequado para quem quer perder peso. Remodelar o corpo é dar-lhe as formas desejadas, fazendo ajustes, retirando gorduras acumuladas em sítios estratégicos, como os flancos, ou dando forma a zonas do corpo que estejam menos voluptuosas, como as coxas ou as mamas, à semelhança do que um artista faz com uma escultura.

O procedimento não se foca apenas no abdómen

Uma remodelação corporal exige olhar para o corpo na sua totalidade, para que fique equilibrado, de acordo com cada estrutura. Neste sentido, a lipoescultura pode abranger zonas tão distintas como pescoço, barriga, flancos, coxas ou joelhos. O peitoral (no homem) ou a mama (na mulher) também podem ser tidos em conta neste processo, já que devem estar em linha com as restantes partes do corpo.

Gordura retirada pode ser reintroduzida noutra parte do corpo

A gordura não é necessariamente má, só o é quando está a mais. Na verdade, é um preenchimento natural, frequentemente utilizado nas lipoesculturas, já que permite aumentar o volume de outras zonas do corpo de uma forma simples, com um resultado muito natural. É comum, por exemplo, utilizar a gordura retirada dos flancos para preencher a mama ou os glúteos, sem que se note esse enchimento e sem qualquer imperfeição como a tão temida 'casca de laranja', já que é um 'produto' natural, bem aceite pelo corpo, que se adapta.

Não há risco de voltar a engordar nas zonas intervencionadas

A gordura do nosso corpo está agrupada em 'bolsas' e todo nascemos com uma certa quantidade dessas bolsas, não aumentando o número ao longo da vida, genericamente falando (o que acontece é que essas bolsas aumentam de tamanho). Na lipoescultura, à semelhança do que acontece com a lipoaspiração, retiramos bolsas de gordura, que, em condições normais, não voltam a surgir. Por isso, diminui a possibilidade de voltar a engordar. A retirada de bolsas de gordura, por exemplo na zona abdominal, também não aumenta as chances de engordar noutras zonas, porque o corpo não faz essa compensação.

Tempo de recuperação é curto

Uma remodelação alargada, que pode intervencionar várias partes do corpo, pode parecer algo demorado e de difícil recuperação, mas não o é, graças ao avanço da tecnologia e das técnicas utilizadas. Quando realizado nas circunstâncias recomendadas, é um procedimento de baixo risco, realizado com pequenas incisões de três a cinco milímetros, por onde é introduzida uma cânula de aspiração. A duração e a necessidade, ou não, de internamento dependerão das especificidades de cada caso. Depois da intervenção, o regresso ao trabalho pode dar-se dentro de uma semana e os fãs de corridas estarão aptos a calçar os ténis num mês. 

A lipoescultura pode ser realizada tanto no corpo feminino como no masculino, respeitando as características de cada formato. Aliás, mais do que a mudança desejada, a individualidade e a estrutura de cada um são pontos essenciais a ter em conta na hora de realizar qualquer procedimento estético, assim como as questões de saúde. Mais importante do que seguir determinadas modas ou padrões de beleza pré-definidos é manter um corpo equilibrado e saudável, física e mentalmente, para que tenha um impacto positivo na autoestima e felicidade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório