Meteorologia

  • 15 SETEMBRO 2019
Tempo
23º
MIN 21º MÁX 30º

Edição

Cinco motivos para ficar com a vagina inchada depois do sexo

É normal ficar com a vagina inchada depois do sexo?

Cinco motivos para ficar com a vagina inchada depois do sexo

A resposta é não. Porém, não desespere. Apesar de provavelmente nem falar sobre este assunto com a sua melhor amiga, tal é bastante comum e o problema é fácil de resolver, como aponta a revista Cosmopolitan. 

Cinco razões para ficar com a vagina inchada após a relação sexual:

1. Sexo vigoroso

Todas as vezes que fica excitada, a vulva e vagina começam a inchar devido à quantidade de sangue que flui na área, segundo a Cleveland Clinic (EUA).

Mas se notar outros sintomas, como pequenos cortes na abertura da vagina – juntamente com o inchaço – o motivo pode ser sexo vigoroso. Se esse é o seu caso, também pode experienciar um pouco de sangramento e a a área pode estar um pouco escura ou azulada, explica Alyssa Dweck, ginecologista norte-americana e coautora do livro 'V is for Vagina' ('V é para Vagina').

Para reduzir o inchaço, tome um analgésico, ou tome um banho quente de imersão (durante 15 a 20 minutos). 

2. Reação alérgica

Nota que a sua vagina, além de inchada, apresenta uma 'assadura'. É muito possível que o órgão genital esteja a passar por um processo alérgico ou sensibilidade a algum produto, como o látex do preservativo, ou, até mesmo, o esperma, diz Alyssa. (Uma alergia a sémen é uma reação alérgica rara às proteínas encontradas no líquido que pode causar vermelhidão, dor, comichão e ardor na área genital).

Muito mais frequente é que o inchaço após o sexo seja resultado de uma sensibilidade do corpo ou alergia a produtos como espermicidas, fragrâncias e látex.

3. Infecção por fungos

Palavras que quase todas as mulheres vão ouvir uma vez na vida. Sim, a candidíase pode ser a resposta. Causada por um fungo chamado candida (que é naturalmente encontrado na vagina), essa infecção por fungos é conhecida por seus sintomas comuns, como comichão intensa ao redor do órgão.

Se suspeita que esse seja o seu caso, procure um ginecologista.

4. Vaginose bacteriana

Essa condição acontece quando há uma quantidade muito grande de uma certa bactéria na vagina, segundo o Centers for Disease Control and Prevention (EUA).

Enquanto a condição acarreta sintomas semelhantes aos da candidíase (dor, comichão, ardor e, sim, inflamação e inchaço), a vaginose bacteriana tipicamente causa um corrimento acinzentado, ralo e com cheiro a peixe, diz Alyssa. Dito isso, também pode ser assintomática (deixando apenas a vagina inchada).

Tecnicamente, a vaginose bacteriana pode desaparecer sem qualquer tratamento. Mas se está a experienciar algum dos sintomas descritos acima, deverá consultar um médico, que pode prescrever medicamentos para tratar o problema.

5. Infecções sexualmente transmissíveis

Certas infecções sexualmente transmissíveis causam inflamação no tecido vaginal, como a clamídia e a tricomoníase, o que resulta em inchaço.

Enquanto a clamídia frequentemente não causa sintomas, a tricomoníase surge acompanhada de vermelhidão, vulva inchada e hemorragias após a relação, além de irritação, odor e um corrimento amarelo acizentado com odor a peixe.

Se sentir qualquer um desses sintomas, procure de imediato o seu ginecologista.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório