Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Noites quentes. Conheça os alimentos que estimulam o desejo sexual

Ingredientes considerados afrodisíacos podem 'aquecer' a relação a dois. Veja o que é recomendado e o que não comer ou beber num encontro.

Noites quentes. Conheça os alimentos que estimulam o desejo sexual
Notícias ao Minuto

22:40 - 26/08/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Alimentos afrodisíacos

Será que realmente existem certos alimentos e bebidas capazes de apimentar a relação a dois? Sim, podem ajudar, diz a nutricionista do Hapvida, Lais Magalhães D’Araújo, em declarações à Globo. Apesar de ainda não haver dados científicos sobre os alimentos afrodisíacos, alguns ingredientes apresentam nutrientes e compostos bioativos que podem favorecer o desempenho na hora H. 

“Para ter uma vida sexual saudável é preciso manter uma alimentação equilibrada, em conjunto com a prática de exercício físico, que geram saúde e disposição”, afirma a  nutricionista. Lais fala de cinco ingredientes afrodisíacos que não podem faltar na mesa dos namorados: chocolate, ostras, amendoins, peixe e temperos como pimenta, gengibre e canela.

Sensualmente sugestivo, o morango é umas das frutas que chama a atenção na culinária afrodisíaca pela sua forma, textura e sabor. Mas o efeito afrodisíaco do morango está mais diretamente ligado ao sentido olfativo (que ajuda a estimular a líbido) do que às propriedades alimentares.

Peixes como a sardinha e o salmão apresentam uma grande quantidade de ómega 3, que está relacionado à produção e manutenção das taxas de hormonas sexuais, além de auxiliar na lubrificação feminina.

Outras frutas 'calientes' são a banana e o abacate. Ricas em potássio e vitaminas do complexo B, ajudam a aumentar a libido masculino e melhorar a vida sexual, além do formato que lembra os órgãos genitais masculino e feminino.

Efeito contrário

Mas nem todos os alimentos ajudam... Algumas opções como fritos, carnes gordurosas e outros ingredientes que contêm grandes quantidades de gordura não são indicados para o cardápio dos amantes, e podem afetar o desejo sexual. “O ideal é evitar comida de difícil digestão, que impede a circulação adequada de sangue, causam sensação de cansaço e dificultam o desempenho sexual”, avisa a nutricionista do Hapvida.

Laticínios em excesso também acabam por prejudicar o encontro potencialmente 'quente', deixando a digestão mais lenta e causando desconforto como gases e dores abdominais, que podem acabar com o clima.

Já o tradicional ovo de codorniz, conhecido estimulante sexual, contém nutrientes que ajudam na formação hormonal, mas não apresenta caraterísticas nutricionais que comprovem a fama.

Outra dica importante é a moderação relativamente ao consumo de bebidas alcoólicas. Embora um copo de vinho, espumante ou uma cerveja contribuam para a desinibição do casal, o álcool em excesso pode diminuir a libido e até mesmo estragar o encontro, já que intoxica o organismo e pode causar alterações metabólicas como sono, impotência, mudanças de humor e náuseas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório