Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 27º

Edição

Cinco sinais de que o seu cão não está nada impressionado consigo

Descubra cinco atitudes dos humanos que os cães não apreciam de todo, e que ainda assim continuamos a fazer.

Cinco sinais de que o seu cão não está nada impressionado consigo
Notícias ao Minuto

13:00 - 17/07/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Psicologia canina

Para muitos um cão é um amigo, mas também é um ‘brinquedo vivo’. E os cientistas especializados em comportamento e psicologia canina revelam que os patudos nem sempre adoram tudo o que lhes faz – desde os abraçar a provocá-los. Aliás, pode dizer-se que muitas vezes os cães só aturam os humanos, porque gostam mesmo muito de nós...

1. Abraçá-lo

No decorrer de várias pesquisas, apurou-se que, no momento do abraço, 81,6% dos cães apresentavam sinais de stress ou ansiedade, 7,6% gostavam e 10,8% reagiam de forma neutra. Os principais indicadores de stress manifestaram-se através de orelhas baixas, olhar triste (é possível ver o branco dos olhos) ou, ao contrário, olhos fechados e cabeça virada para o lado, para evitar o contacto visual com a pessoa que o abraça. Então, da próxima vez que abraçar o seu peludo, recomendamos que observe a sua reação.

2. Tocar no focinho

Em geral, os cães associam qualquer ação que venha de cima como um sinal de ameaça. Se perceber que o seu amigo de quatro patas recua, virando-lhe as costas e tentando evitar tais carícias, pare com o que esteja a fazer. Essa é a maneira dele demonstrar o seu descontentamento.

3. Apressá-lo durante os passeios 

Durante um passeio, o cão, além de fazer as suas necessidades, também explora o mundo ao seu redor e conhece os seus iguais, isto é, socializa. Uma grande vantagem de sair é poder brincar e exercitar-se ao ar livre com seu amado dono, algo que quase nunca consegue fazer em casa. Portanto, deixe-o desfrutar da caminhada e não volte para a casa após cinco minutos. 

4. Obrigá-lo a brincar com pessoas que não gosta

Não importa o quanto os seus amigos sejam boas pessoas, ainda assim o seu cão pode não gostar deles – e está no seu direito. Neste caso, não o force a dar-lhes a pata e a tolerar carícias. O cão tentará proteger-se e talvez protegê-lo de um possível perigo, mesmo que não haja ameaça. Portanto, estando entre pessoas desconhecidas, preste atenção se o seu patudo se esconde atrás de si, rosna ou simplesmente se vira e tolera quando alguém o toca.

5. Provocá-lo

No início, o cão pode perceber as suas provocações como uma brincadeira, mas com o tempo entenderá que não é bem isso. Por exemplo, se costuma chamá-lo para lhe dar algo, mas não lhe dá nada, ou apenas puxa o rabo porque parece divertido vê-lo se defender, ou simplesmente se ri dele, pode com essas atitudes perder a confiança do se cachorro e, mais tarde, a autoridade como dono.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório