Meteorologia

  • 26 MAIO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 24º

Edição

Leucemia: Cinco perguntas e respostas sobre a doença fatal

Anualmente, surgem 400 mil novos casos no mundo da doença que se desenvolve na medula óssea.

Leucemia: Cinco perguntas e respostas sobre a doença fatal
Notícias ao Minuto

15:24 - 23/04/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Doenças que matam

Os diferentes tipos de cancro que se desenvolvem na medula óssea, tecido que preenche a parte interna de ossos distintos e onde as células sanguíneas são produzidas, são chamados de leucemia, como explica um artigo divulgado pela revista Galileu.

A leucemia trata-se do tipo de tumor mais comum em crianças e adolescentes, representando uma taxa de 33% dos casos. Entre os adultos, é o décimo mais comum nos homens e 12º em mulheres.

Quais são os tipos de leucemia?

A doença pode ser agrupada sob dois critérios: velocidade de evolução e tipos de glóbulos brancos que afetam. Com base na velocidade, pode ser crónica (agrava-se lentamente) ou aguda (as células leucémicas crescem de forma rápida e a patologia evolui para um estado grave em pouco tempo).

Já os quatros tipos mais comuns de leucemia são: linfoide crónica, quando afeta células linfoides e desenvolve-se lentamente, em geral mais comum em pessoas com mais de 55 anos. Mieloide crónica, quando afeta células mieloides e também se desenvolve lentamente, acomete principalmente adultos. Já a linfoide aguda, o tipo mais comum em crianças pequenas, agrava-se de maneira rápida. Mieloide aguda, comum tanto em adultos quanto em crianças, embora a incidência aumente com a idade.

Quais as causas da leucemia?

Não é possível determinar uma causa única. Entre as mais frequentes, estão herança genética, contaminação por certos tipos de vírus (hepatite B e C, por exemplo), radiação, poluição e tratamento quimioterápico. Sabe-se também que o tabagismo e a exposição a agrotóxicos, solventes e diesel podem ser fatores de risco para o aparecimento da doença.

Como prevenir?

Por não ter causa ou fatores de risco precisos associados, a maior parte dos casos não podem ser prevenidos. A melhor forma de prevenção é a deteção precoce. O ideal é manter-se atento a possíveis sintomas e alterações no organismo. 

Quais os sintomas da leucemia?

O paciente com leucemia pode apresentar sintomas relacionados a alterações no sangue: fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça e baixa de imunidade. Podem ainda ocorrer hemorragias e manchas roxas na pele. Gânglios inchados, principalmente no pescoço e axilas, febres ou suores noturnos, dores nos ossos e articulações, e perda de peso sem motivo também estão entre os sintomas.

Qual o tratamento para leucemia?

O tratamento depende do tipo de leucemia e pode envolver quimioterapia, controlo das infeções e, em alguns casos, transplante de medula óssea. O objetivo é destruir as células leucémicas para que a medula volte a produzir células sanguíneas normais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório