Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Novo medicamento promete reverter perda de memória na velhice

Cientistas esperam que um comprimido diário seja capaz de desvanecer o ‘nevoeiro cerebral’ e reverter em décadas o envelhecimento mental.

Novo medicamento promete reverter perda de memória na velhice
Notícias ao Minuto

10:00 - 15/02/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Grandes esperanças

Uma nova droga promete colocar um ponto final à confusão mental e esquecimento temporário que se instala entre a população mais sénior.

O fármaco canadiano recentemente patenteado otimiza o funcionamento dos recetores do cérebro ajudando a guardar informação mais facilmente.

Em termos simples, o novo medicamento promete por exemplo que os avós se recordem do nome dos netos ou onde colocaram as chaves.

Testes realizados em ratos fizeram com que as células do cérebro que haviam diminuído de tamanho voltassem ao seu formato jovem, permitindo-lhes que se orientassem num labirinto.

Ensaios clínicos em humanos estão previstos para começar em cerca de dois anos.

Os especialistas irão ainda testar a droga com o intuito de apurar se a mesma poderá combater a depressão e atrasar o aparecimento de demência e de Alzheimer.

O professor Etienne Sibille, da Universidade de Toronto, disse em declarações ao The Telegraph: “Qualquer pessoa acima dos 55 anos e em risco de sofrer de problemas cognitivos numa idade mais avançada pode beneficiar deste tratamento”.

A nova descoberta foi apresentada na conferência American Association for the Advancement of Science.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório