Meteorologia

  • 26 MAIO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 32º

Edição

PETA quer proibir clonagem de animais após caso de Barbra Streisan

A artista clonou duas vezes a sua cadela, que morreu em 2017.

PETA quer proibir clonagem de animais após caso de Barbra Streisan

Barbra Streisand gerou polémica após revelar que tinha clonado a sua cadela duas vezes, que morreu em 2017, aos 14 anos.

Perante o caso, a PETA – organização de proteção  e defesa de animais – fez um comunicado à imprensa norte-americana no qual revelava que planeava lutar pela proibição de clonagem de animais.

“Todos nós queremos que os nossos queridos cães vivam para sempre, mas por mais que a clonagem soe como uma boa ideia, não é isso que conseguimos - ao contrário, cria-se um cão novo e diferente que tem apenas as características físicas do original”, afirmou a presidente da PETA, Ingrid Newkirk.

“A personalidade dos animais e as suas essências não podem ser replicadas e, quando levas em conta os milhões de animais esquecidos em canis entendes como a clonagem só está aumentar a crise de animais de rua”, acrescentou.

“Nós sentimos muito pelo luto da Barbra em perder sua amada cadela, mas teríamos adorado convencê-la para abandonar a clonagem”, completou.

Segundo especialistas, a clonagem de cada animal poderá ter custado cerca de 100 mil dólares, aproximadamente, 80 mil euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório