Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2020
Tempo
19º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Carrilho "veio de faca em riste para cima de mim"

Um dos casos mais mediáticos do ano, parece ainda não ter fim à vista. A separação de Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho está a dar que falar e o Diário de Notícias (DN) avança esta quarta-feira novos capítulos da história. Joana Varela, ex-mulher do antigo ministro, quebra o silêncio e revela episódios de violência, facas, traições e bipolaridade.

Carrilho "veio de faca em riste para cima de mim"

Depois de se ter oferecido como testemunha de Bárbara Guimarães, Joana Varela, ex-mulher de Manuel Maria Carrilho, deu uma entrevista ao DN, na qual revela alguns dos episódios mais negros do seu casamento com o antigo ministro.

A agora reformada, com 62 anos, classifica Manuel Maria Carrilho como “uma pessoa violenta por natureza”, sem consciência e “com pouco sentido de dignidade do outro”. Na entrevista, Joana Varela admite que o primeiro episódio de violência ocorreu quando tinha 25 anos e que o marido de então a fazia sentir “abaixo de cão”.

“A primeira vez tinha 25 anos e bateu-me durante um dia inteiro”, confessa. A causa deste episódio de violência deveu-se, diz a antiga funcionária da Gulbenkian, a uma traição: “Eu percebi que ele tinha um caso e um dia pus-me a beber bagaço até cair para o lado (…). E aí pensei que isto só terminaria se também fosse para a cama com alguém. E fui. No dia seguinte disse-lhe ‘estamos quites’”.

Contudo, a atitude de Joana não agradou ao professor universitário que alegadamente a espancou “o dia inteiro” com “imensos pontapés” e “uma faca encostada ao pescoço”. Segundo a própria, a cena de agressão deu-se com a presença do filho do casal, que estava escondido na cozinha com o irmão da Joana.

A ex-mulher de Carrilho admite, porém, que lhe meteu “os palitos as vezes” que lhe apeteceu, mas que embora o antigo ministro lhe tenha dito que a amava “profundamente”, acabou por vir “de faca em riste” para cima de si e foi aí que decidiu abdicar de tudo, inclusive da casa e do filho apenas para se livrar do 'calvário' de violência.

Quanto às críticas feitas por Carrilho acerca da sua bipolaridade, Joana confessa que já esteve internada por diversas vezes mas que é “ele que sofre de uma perturbação muito grave”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório