Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Prioridade para mercado britânico é fazer crescer receitas turísticas

O crescimento das receitas turísticas é a prioridade da estratégia do Governo no mercado britânico, que continua sem refletir a incerteza que rodeia o 'Brexit', disse hoje em Londres a secretária de Estado do Turismo.

Prioridade para mercado britânico é fazer crescer receitas turísticas
Notícias ao Minuto

14:25 - 06/11/17 por Lusa

Economia Governo

Em visita ao World Travel Market, uma das principais feiras profissionais de turismo, Ana Mendes Godinho vai reunir-se com representantes de companhias aéreas e promotores turísticos para programar a atividade e ações a desenvolver em 2018.

"A preocupação é de continuar a fidelizar mercado britânico, que foi o principal mercado em 2016 em termos de dormidas e número de hóspedes. Este ano continua no primeiro lugar nos vários indicadores: dormidas, hóspedes e receitas", disse à agência Lusa.

As estatísticas do período de janeiro a agosto de 2017 mostraram um crescimento de 13,6% do montante gasto por turistas britânicos, enquanto o aumento do número de hóspedes foi de 4,4% e de dormidas 3,4% relativamente ao mesmo período de 2016.

"Acelerou o crescimento de receitas, os turistas britânicos estão a gastar mais, o que é um bom sinal, apesar da conjuntura de incerteza do 'Brexit'. Não sentimos ainda os efeitos do 'Brexit' na procura", afirmou.

A secretária de Estado espera que a realização das convenções anuais de três organizações de de operadores (ABTA - Associação das Agências de Viagens Britânica, Thomas Cook e AITO - Associação de Agências de Turismo Independentes do Reino Unido) em Portugal tenha um efeito positivo.

"Já conseguimos ter casos comparados que mostram o impacto positivo destas ações, nomeadamente o que está a acontecer no mercado alemão", referiu.

No ano passado, o Turismo de Portugal conseguiu atrair a convenção de promotores da unidade alemã da Thomas Cook e levou cerca de 150 jornalistas a visitar o país, o que se refletiu na procura de turistas alemães do Algarve.

Nos primeiros oito meses deste ano, os turistas alemães gastaram mais 16,2% do que no mesmo período de 2016.

"Crescer em valor é a grande prioridade. Só no primeiro semestre foram organizadas visitas de 150 jornalistas britânicos e isso trará impacto, tal como teve na Alemanha", garantiu Ana Mendes Godinho.

O resultado foram 2.500 artigos em publicações britânicas sobre Portugal, sobretudo de regiões menos conhecidas ou de áreas do Algarve menos exploradas, que têm sido promovidas nestas visitas.

"Não nos interessa mostrar aquilo que já é conhecido, temos focado muito no turismo natureza, turismo ativo, turismo cultural, património, gastronomia e vinhos, além do golfe, enquanto produto 'off season'", salientou.

O World Travel Market, que anualmente atrai mais de 51 mil visitantes, decorre em Londres até quarta-feira.

O Turismo de Portugal participa com a sua maior representação de sempre nas 37 edições do evento, com um espaço que reúne mais de 80 empresas e todas as sete regiões de turismo nacionais.

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório