Economia portuguesa segue imparável: Crescimento acelera no 1.º trimestre

Tal como tinham dito os analistas e como tinha avançado Marques Mendes, o Instituto Nacional de Estatística confirmou um dos mais robustos crescimentos trimestrais desde a crise mundial.

© Global Imagens
Economia INE

Depois de um fim de semana recheado de alegrias para quase todos os portugueses, a terceira semana de maio abre com excelentes notícias sobre a economia portuguesa.

PUB

O Produto Interno Bruto (PIB) nacional cresceu 2,8% nos primeiros três meses deste ano face ao mesmo período do ano passado e acelerou 1% face ao último trimestre do ano passado, melhorias em toda a linha e os melhores resultados desde meados de 2010.

Segundo a estimativa rápida revelada pelo Instituto Nacional de Estatística, "esta aceleração resultou do maior contributo da procura externa líquida, que passou de negativo para positivo, refletindo a aceleração em volume mais acentuada das Exportações de Bens e Serviços que a das Importações de Bens e Serviços". É de destacar ainda o "contributo positivo elevado" da procura interna, ainda que o consumo privado tenha desacelerado ligeiramente; quanto ao investimento, voltou a subir.

Tal como tinham avançado os analistas ouvidos pela agência Lusa, e tal como tinha adiantado Luís Marques Mendes no seu programa de opinião, o INE confirmou um crescimento 'musculado' no primeiro trimestre deste ano e deu nota da aceleração face ao passado trimestre, um dos melhores desde a crise de 2008.

[Notícia atualizada às 11h05]

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser