Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 32º

Mantém-se rating da Nigéria em Caa1 com Perspetiva de Evolução positiva

A agência de notação financeira Moody's decidiu hoje manter o 'rating' da Nigéria, a maior economia da África subsaariana, em Caa1, e manteve também a Perspetiva de Evolução positiva, alicerçada nas reformas económicas em curso.

Mantém-se rating da Nigéria em Caa1 com Perspetiva de Evolução positiva
Notícias ao Minuto

23:50 - 21/06/24 por Lusa

Economia Moody's

"A perspetiva de evolução positiva, em vigor desde dezembro do ano passado, continua a refletir as perspetivas de uma reversão da deterioração da posição externa e orçamental da Nigéria, em resultado dos esforços de reforma das autoridades", lê-se no documento que acompanha a decisão de manter a opinião sobre a qualidade do crédito nigeriano seis níveis abaixo da recomendação de investimento.

Apesar de esperarem uma melhoria nos indicadores económicos, "os riscos de inflação continuam elevados e a perspetiva orçamental é particularmente recheada de incerteza, sendo estas as duas principais razões que sustentam a manutenção do 'rating' em Caa1", acrescenta-se na nota.

A inflação na maior economia da África subsaariana chegou aos 34% em maio face ao período homólogo de 2023, e ainda não começou a trajetória descendente, salienta a Moody's, notando que "as condições monetárias mais apertadas estão a empurrar as taxas de juro para valores mais elevados", perto de 20%, o que é particularmente negativo dado que o endividamento local é a principal fonte de financiamento do governo.

A Nigéria deverá crescer cerca de 3% este ano, abrandando ligeiramente face aos 3,3% registados no ano passado, mas a inflação ainda deverá manter-se acima dos 20% este ano, depois de ter registado um aumento de 26% em 2023, de acordo com o Fundo Monetário Internacional.

Leia Também: Apoio ao setor imobiliário da China "aliviará pressões a curto prazo"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório